segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

MÁRIO CRESPO


É sabido que costumo usar a personagem do Mário Crespo no meu programa de TV, para brincar com a Maria José.
Considero-o, todavia, um profissional de mérito, bem preparado, com trajecto e a ouvir atentamente.
Mas mais um escândalo ligado à Imprensa e à liberdade da mesma, gravemente atropelada por este Governo, merece ser denunciado.
Esta era a crónica que Mário Crespo enviou para publicação para o "Jornal de Notícias" e cuja publicação foi recusada, levando ao afastamento do jornalista.
Até quando o descalabro a que se assiste continuará?
Até quando a população vai continuar a permitir todo este "regabofe"?
Portugal a transformar num País de taberna, com políticos de bordel?

"O Fim da Linha

Mário Crespo

Terça-feira dia 26 de Janeiro. Dia de Orçamento.

O Primeiro-ministro José Sócrates, o Ministro de Estado Pedro Silva Pereira, o Ministro de Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão e um executivo de televisão encontraram-se à hora do almoço no restaurante de um hotel em Lisboa.

Fui o epicentro da parte mais colérica de uma conversa claramente ouvida nas mesas em redor. Sem fazerem recato, fui publicamente referenciado como sendo mentalmente débil (“um louco”) a necessitar de (“ir para o manicómio”). Fui descrito como “um profissional impreparado”. Que injustiça. Eu, que dei aulas na Independente. A defunta alma mater de tanto saber em Portugal.

Definiram-me como “um problema” que teria que ter “solução”. Houve, no restaurante, quem ficasse incomodado com a conversa e me tivesse feito chegar um registo. É fidedigno. Confirmei-o.

Uma das minhas fontes para o aval da legitimidade do episódio comentou (por escrito): “(…) o PM tem qualidades e defeitos, entre os quais se inclui uma certa dificuldade para conviver com o jornalismo livre (…)”. É banal um jornalista cair no desagrado do poder. Há um grau de adversariedade que é essencial para fazer funcionar o sistema de colheita, retrato e análise da informação que circula num Estado. Sem essa dialéctica só há monólogos.

Sem esse confronto só há Yes-Men cabeceando em redor de líderes do momento dizendo yes-coisas, seja qual for o absurdo que sejam chamados a validar. Sem contraditório os líderes ficam sem saber quem são, no meio das realidades construídas pelos bajuladores pagos. Isto é mau para qualquer sociedade. Em sociedades saudáveis os contraditórios são tidos em conta. Executivos saudáveis procuram-nos e distanciam-se dos executores acríticos venerandos e obrigados.

Nas comunidades insalubres e nas lideranças decadentes os contraditórios são considerados ofensas, ultrajes e produtos de demência. Os críticos passam a ser “um problema” que exige “solução”. Portugal, com José Sócrates, Pedro Silva Pereira, Jorge Lacão e com o executivo de TV que os ouviu sem contraditar, tornou-se numa sociedade insalubre.

Em 2010 o Primeiro-ministro já não tem tantos “problemas” nos media como tinha em 2009.

O “problema” Manuela Moura Guedes desapareceu.

O problema José Eduardo Moniz foi “solucionado”.

O Jornal de Sexta da TVI passou a ser um jornal à sexta-feira e deixou de ser “um problema”.

Foi-se o “problema” que era o Director do Público.

Agora, que o “problema” Marcelo Rebelo de Sousa começou a ser resolvido na RTP, o Primeiro Ministro de Portugal, o Ministro de Estado e o Ministro dos Assuntos Parlamentares que tem a tutela da comunicação social abordam com um experiente executivo de TV, em dia de Orçamento, mais “um problema que tem que ser solucionado”. Eu.

Que pervertido sentido de Estado. Que perigosa palhaçada.



Nota: Artigo originalmente redigido para ser publicado hoje (1/2/2010) na imprensa."

14 comentários:

Zé Ninguém disse...

Vergonhoso. Uma actitude mais característica de um Estado Nov(o)amente em declínio. Espero que alguém ponha travao nisso antes que seja tarde de mais, e eu passe da condiçao de Emigrante à de Exilado da República Socialista das Bananas Portuguesa.

Mize disse...

Salazar deve estar às gargalhadas :)


..."e o ditador sou eu..."

dermatologistested disse...

Muito poucos sabem gerir o poder de forma ética.

RbyR disse...

Meu caro é bom que se lute, sim, porque parece-me que isto só lá vai mesmo com luta, manifestos e revolta! Eu que já nasci em Democracia começo a temer tudo o que vou vendo à minha volta e não só nestas pressões sobre a comunicação social. Eu sou politico local e meu caro, na pele sofro com o Poder no seu pior exercício. Mas há mais, olha-se para o futebol...e bem, não me lembro de ver tanta canalhice, repare-se que nâo se trata de incompetência porque estes senhores sabem muito bem o que estão a fazer...e no entanto fazem-no impunemente com a conivência das mais altas patentes que não são mais do que ratos de esgoto, com todo o devido respeito que me merecem.

cumprimentos

bisturi disse...

CRESPOGATE : A Mentira quer ser Verdade?!!


A minha investigação pessoalíssima, IMPARCIAL ...



"Quando a Mentira pretende ser Verdade tudo é possível.

Uma fonte, daquelas sempre bem informada, relatou aquilo que de facto se passou.
Aqui vai...
Sócrates estava radiante por ter conseguido desarmar a Dona Manuela do PSD e o Paulinho do PP e assim aprovação do Orçamento de Estado.
Combinou com dois amigos do seu Governo ( Pedro Silva Pereira e Jorge Lacão ) e foram almoçar a um sítio potencialmente recatado, o restaurante do Hotel Tivoli em Lisboa.
Recatado seria se, por vezes, não se dessem encontros imprevistos.
Assim, deram os três de caras com Nuno Santos ( Director de Programas da SIC) e a dona Barbara Guimarães em ameno repasto na mesa ao lado.
Importa informar que a Dona Bárbara é companheira de Manuel Carrilho, compincha de partido dos três outros senhores e que está labutando e ausente em Paris de França.
MALANDRICE !!!!
Se se abrisse uma cova, o Nuno tínha-se logo por lá enfiado, mais dificuldade teria a Bárbara por causa das suas próteses mamárias!!!
Os amigos do Manel tratam logo de mandar bocas...
"- Óh Nuno, não te chegava ter um problema lá na tua estação de TV e queres arranjar outro!!!!
- O clima anda ENCRESPADO lá para os lados de Carnaxide, estás a ficar LOUCO como o OUTRO?
- Tu um BOM PROFISSIONAL estás a ficar igual ao outro...
- Queres voltar à RTP1 apresentar programas infantis de trabalhos manuais???!!!
- Não te chegavam os problemas que por lá tens e arranjas um GRANDE PROBLEMA PARA RESOLVER !!!
- Nem sabes com quem te metes!!!"

Dizem fontes seguras que o Sócrates se limitou a sorrir de malandrice...e não foi o único!!! Os poucos comensais , na altura, já há muito que lançavam olhares bisbilhoteiros na direcção do parzinho do JET-SET NACIONAL !!!
Mas, nem não precisava de lançar boquinhas, os amigos fazem por ele...Acto de suprema inteligência!!!


CONCLUSÃO :
Nesta era de escutas já não há lugares seguros, nem para almoçar nem para paqueirar nenhuma beldade necessitada...
Como se prova deste fidedigno relato o prevaricador era NUNO SANTOS...
Este usou uma táctica bem ancestral de DESVIO DAS ATENÇÕES e MANOBRA DE DIVERSÃO.
Rapidamente desviou a conversa e contou a amigos de Crespo que o Sócrates o queria calar.
Mário Crespo quando confrontado com a denúncia bondosa dos seus amigos revelou que, por acaso, até tinha sentido que as suas duas orelhas lhe estavam a ficar vermelhas há vários dias !!!
Todos sabem que ter ou sentir as orelhas vermelhas e quentes é sinal de que alguém anda a falar de nós, quase sempre MAL...o problema é saber quem é o bandido ou bandidos... E como nem todos têm bons amigos sem dificuldades auditivas e que almoçam em lugares chiques como tem Mário Crespo.....

RECADOS PARA OS INTERVENIENTES :
1º Quando se quer comemorar o que quer que seja deve-se não só escolher o local como a companhia...
2º Nunca deixar que os colegas comensais mandem bocas às mesas vizinhas...mesmo que a vontade seja muita e os motivos evidentes... E mesmo que seja para defender a honra de amigos ausentes...
3º Quando se quer dar aulas de trabalhos manuais, nunca utilizar um hotel que até serve para sede dos partidos em noites eleitorais...
4º É feio ser bufo culinário...É feio contar e escrever sobre assuntos e conversas que não se assistiu.
5º Depois nunca se escreve um artigo de opinião a contar estas tricas de Jet-set em jornais de implantação nacional e de reputada honra ( e isto é mais verdade se ao mesmo jornal rasgarmos os anúncios de meninas brasileiras!!!).
6º Não confundir a SIC com a CNN ou BBC ou CBS.
7º Mesmo que se seja chefe de alguém, nunca se deve encalacrar o subalterno para livrarmos a nossa pele!!! FAZER DELE PALHAÇO!!! NÃO É BONITO... Mesmo para alguém que até já escreveu que isto está enxameado de PALHAÇOS!!!
8º Não usar conversa alheias para motivo de escrita de mais um livro de literatura de cordel na senda de outros tantos jornalistas escritores!!!"



tags: Humor, polémica, portugal, televisão

Casemiro dos Plásticos disse...

é uma palhaçada isto... tenho a impresão que isto só lá vai com um novo 25 de abril...

ANGELINA GOMES disse...

realmente, o nosso Pais e a todos os níveis, está de rastos....

a esta altura do campeonato, eram precisos 3 Salazares para endireitar esta gente toda... estes corruptos que estão em todo o lado!!!

Manuel Damas disse...

Um grande abraço, Zé.

Manuel Damas disse...

Pois, Zeuzinha...

Manuel Damas disse...

Subscrevo, dermo...

Manuel Damas disse...

Meu caro RbyR...o meu respeito por essa gentalha esfumou-se! Um abraço

Manuel Damas disse...

Um abraço, Bisturi

Manuel Damas disse...

Um 25 de Abril já é difícil, nesta altura do campeonato, Casemiro!

Manuel Damas disse...

Um beijo grande, Angelina.