sábado, 5 de setembro de 2009

CASA


Eu confesso que tenho andado algo distanciado do "Sexualidades, Afectos e Máscaras" -blog.
É uma realidade, assumida e confessada.
Não por desmotivação ou por qualquer ordem de problemas, que os tenho, como todos nós.
Mas não!
O verdadeiro motivo tem sido o nascimento de um projecto novo.
A criação da CASA.
A CASA é, desde há muito tempo, um sonho que vem germinando na minha cabeça e que tem vindo a ser adiado de ano para ano, para minha tristeza.
Este ano, com a congregação de diversos factores, surgiu a oportunidade, única, de avançar e, após demorada reflexão, resolvemos ir em frente e em força.
Mas o que é, afinal, a CASA?
A tradução das iniciais é...CENTRO AVANÇADO DE SEXUALIDADES E AFECTOS.
É uma Associação sem fins lucrativos cuja principal intenção é trabalhar em prol das Sexualidades e dos Afectos.
É uma Associação com sede no Porto mas que se pretende de âmbito nacional.
Pretende-se com iniciativas sócio-culturais, educativas, artísticas e de intervenção social.
Será um espaço para Congresso, Exposições, Oficinas, Debates, Tertúlias, Cursos de Formação, Consultas de apoio Médico, de Psicologia e Jurídico.
Mas será, também, um espaço de acolhimento, de convívio, de debate.
Terá, também, papel de denúncia, de apoio, de divulgação, de protecção, de acolhimento, de exigência, de reivindicação, tudo no âmbito das Sexualidades e dos Afectos.
Em termos genéricos, como se lê na sua Carta de Intenções, são intenções da CASA...

Promover a Igualdade

Combater todos os actos discriminatórios, especialmente os de género

Denunciar todas as formas de violência, inclusive a sexual

Apoiar e divulgar as diversas estratégias de vivenciar os Afectos

Exigir uma disciplina de Educação Sexual na Escola

Lutar pela universalidade do Direito à Felicidade.

Como se vê é um projecto extraordinariamente ambicioso, que se pretende de âmbito nacional e que já cumpriu as diversas etapas de constituição oficial e que teve a sua primeira Assembleia Geral, no dia 3/9/2009, na Sede Nacional do Sindicato Independente de Professores e Educadores.
Por tudo isto e tudo aquilo que implica, em termos de reuniões, de contactos, de trabalhos, é que eu me vi obrigado a estar mais ausente deste blog.
Mas a CASA vai em frente e o SAM também, com a união das mais diversas vontades e contributos.
Agora sim, já pude revelar o motivo justo de algum afastamento da minha parte, perfeitamente justificado.

12 comentários:

Renata Figueiredo disse...

Boa tarde Doutor e Amigos do Blog!

Mais uma vez, parabéns pela forma de pensar, sentir e agir!

Desde de criança, participo de trabalhos voluntários, exemplo dos meus pais que sempre buscaram compartilhar o melhor de si próprios.

Antes, de vir para cá estava a trabalhar num grupo, presido pelo meu pai, onde são realizados trabalhos de ação social e também formação ética e moral sediado no Rio de Janeiro, próximo a uma comunidade (favela, bairro de lata).

É muito bom quando chegamos na fase de parar de reclamar e colocar mãos a obra.

Outra coisa, noto pela experiência em trabalho voluntário que muitos membros do grupo voluntariado agem em face dos seus “eus”, não trabalham para que o próximo seja livre, quer ter sempre o outro como coitadinho para poder ajudar, isso é anti ético. E quando a pessoa ascende na vida, o voluntário pensa que merece um reconhecimento. Ex: Fulano agora se formou, comprou uma casa e nem me chama para tomar banho na piscina dele. Ato imaturo, típico do ser humano, mas tem como solucionar se o próprio quiser, claro.

Hoje, trabalho mais para informar as pessoas, fazer com que elas sejam mais conscientes e busquem por si só a sua melhoria material e também nas questões simples da Vida.

Agradeço a atenção de sempre.
Parabéns pelo trabalho,
Ótimos dias e força!!!!

Manuel Damas disse...

Obrigado pelas palavras de apoio e as recomendações.
São sempre úteis e não serão esquecidas.
Um beijo enorme Renata

Casemiro dos Plásticos disse...

Parece-me um projecto bastante interessante.
Oh professor cria-lhe propor um desafio para o seu programa na tv. Para quando, um tema que inclua o humor, o afecto e o sexo?!
Fica aqui o desafio. Acho que seria interessante falar nisso, a influência que pode ter e por ai adiante, que me diz?
abraço

Manuel Damas disse...

Uma belissima ideia, Casemiro.
Será posta em prática, sem dúvida.
O SAM-TV recomeça a 18/9 e uma das emissões será, sem dúvida, dedicada à sua sugestão.
Um grande abraço.

susana79roxo disse...

Penso que é um tema bastante interessante, e dizendo de cabeça do que subitamente e atentamente li. Penso que, segundo o post, aborda em suma a felicidade do ser humano. E talvez um dos aspectos será o afecto e sexualidade. Bem, penso que, será um assunto importante se considerarmos que desenvolver em campo, na comunidade, poderá ser um "capricho", e um enorme desafio. E outro aspecto é considerar que só poderá ir para a frente se houver gente de grande amplitude como o Professor! parabéns pelo devoto apoio e desenvolvimento da nossa humilde e descrente comunidade!
Não sei se consegui abordar bem o que se realmente se pretendia mas a minha área, fisioterapia, não está muito sensibilizada a temas como o que menciona. Traduzindo-se esta ideia em puro senso comum, por tentativa erro.

Manuel Damas disse...

Recebi e percebi a mensagem.
É tudo isso e muito mais...mas brevemente começará a receber notícias.
Um abraço, e obrigado pelo apoio.

Zé Ninguém disse...

Continuo à espera de noticias.
Abreijo

Manuel Damas disse...

Amigo...dar-tas-ei assim que puder e tiver tempo.Posso desde já dizer-te que vai tudo bastante bem, relativamente à CASA.
Abreijo

dermatologistested disse...

subscrevo a ideia do casimiro dos plásticos :)
Acho a ideia da CASA brilhante e a exigencia de uma disciplina de ed. sexual na escola fundamental.
Ficarei atenta ás suas divulgações, que confesso, para além de motivos pessoais ,tambem me interessam por motivos profissionais.

Manuel Damas disse...

Minha querida dermato...a sua vontade será cumprida...em pleno
:))))

navegadora disse...

E rodeado de sexualidades o mundo da sexualidade avança a passos lentos dando por vezes longos passos de retrocesso.
Espero que o projecto "CASA" acolha no seu espaço aqueles que se sentem desconfortáveis pelas opções pessoais que tomaramn e que só a eles dizem respeito.
Que a "CASA" abra as janelas e sacuda novos conceitos, formas de estar, de respeitar e de encarar a sexualidade. Parabéns e um Beijo.

Manuel Damas disse...

Minha querida nav...o projecto CASA é isso mesmo. Um local onde todos se sintam felizes.
Por isso é tão abrangente e os seus membros são tão dispares e de origens e projectos de vida tão vastos.
Um beijo enorme.