sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"SEXUALIDADES, AFECTOS E MÁSCARAS"-53ª emissão


Hoje irá para o ar, custe o que custar, mais uma emissão do "Sexualidades, Afectos e Máscaras", a 53ª emissão, em directo, à 1 hora, na Porto Canal.
Será a segunda emissão dedicada ao tema "Preliminares".
O assunto abordado serão todos os jogos eróticos e sensuais que os casais, em relação, se permitem, de forma consensual, com musicalidade e erotismo, para enriquecer a sua vivência afectiva.
Mas esta emissão representará um novo desafio para mim.
Será uma emissão efectuada, como costuma dizer-se, no fio da navalha.
Na realidade eu estou em plena situação de doença, mais especificamente, a meio de uma crise renal.
Ainda que a opinião médica o desaconselhasse mas como eu me permito ser o meu próprio médico, de quando em vez, optei por avancar com a emissão em directo, sem rede, confiando na medicação que estou a seguir e no profissionalismo de quem me acompanha...
E a nossa maquilhadora consegue, sempre, efectuar verdadeiras maravilhas...
Espero que corra tudo bem.
Tudo vai correr bem!
Tudo vai ter que correr bem!
O mais que me pode acontecer é ter que, em último caso, interromper a emissão e avançar para o Serviço de Urgência mais próximo.
Mas penso que tal não será necessário.
Esperemos que seja, apenas, um exagero meu...
A ver vamos!

17 comentários:

macaw disse...

as melhoras e bom programa!

bjinhos ;)

Manuel Damas disse...

Obrigado...
Irei tentar...
Bj

Maria disse...

Boa noite!
Acabei de ver o programa, e mais uma vez tive que testemunhar a má formação de algumas pessoas…. Peço-lhe que repare bem, que por cada engraçadinho desses, vêm logo vários amigos do programa prestar-lhes homenagem e apoio incondicional, e afinal de contas, esses é que valem a pena!
Tomei a iniciativa de escrever, porque depois das “cartas de amor” e de mais um ou dois comentários que tenho ouvido do Senhor Professor, gostaria de lhe contar primeiro, que se possível, não perco um programa, e depois, a título pessoal, que sou alguém com menos de 25 anos, com uma relação estável já há uns quantos anos, e que vivo aquilo que muitas vezes deseja para os jovens dos nossos dias – ou seja – tenha esperança na minha e nas futuras gerações, porque eu não sou caso único, como espero que também o Senhor Professor tenha a oportunidade de testemunhar.
Tenho realmente muita pena que duas pessoas tão especiais tenham que aturar as situações vividas esta noite, e ainda mais num dia em que se encontra debilitado! Rápidas melhoras e muito obrigada aos dois pelo trabalho que fazem por nós!!!

(P.S. Peço desde já desculpa pelo egoismo do meu pedido, mas gostaria que me desse a entender que leu este meu comentári. É realmente importante para mim, que saiba que há realmente jovens a viver aquilo que “nos deseja”) :)

Rogerio disse...

Parabens pelo progama, e um gd aplauso pelo esforço ( melhoras rápidas )

Renata Serra disse...

Boa tarde,

Tenho adiado a escrita deste email, mas hoje que me deparei novamente com o Programa " Sexualidades, Afectos e Máscaras" senti-me na obrigação de escrever.

Sou psicóloga clínica e trabalho muitas vezes nesta área de especialização.

O programa tinha tudo para ser interessante, e seguir o exemplo do fabuloso programa do Dr. Júlio Machado Vaz do canal concorrente. Mas nem o convidado nem a jornalista têm qualidade para o fazer. Apesar da relevância dos temas, o conteúdo do programa é de baixo nível, os 55 minutos são passados com conversas cruzadas e pessoais de péssimo mau gosto, sendo um péssimo momento televisivo e que em nada dignifica o Portocanal. Não deviam ter 55 minutos de protagonismo, ou deviam usá-los pedagogicamente.

E a jornalista precisava de preparar minimamente o tema antes de começar a entrevista.

Fica a minha sincera opinão.

Manuel Damas disse...

Minha querida Maria...
Antes de tudo, um sincero obrigado pela solidariedade prestada.
Depois, relativamente à sua faixa etária, creia que sei que nem tudo de mal vai por este País.
Sei, também, que as novas gerações são capazes de amar...apenas receio que um grande percentual tenha a tentação de cair no facilitismo e no imediatismo que a hodiernidade propagandeia.
Fico contente pelo seu testemunho.
Um beijo grande e volte sempre.

Manuel Damas disse...

Obrigado pelo apoio, Rogério e um abraço grande

Manuel Damas disse...

Olá "Renata"...
Depois de ler o seu post algumas hipóteses se colocaram:
1-Apagar o post pura e simplesmente (acho de enorme mau gosto e total falta de formação invadir a "casa" de alguém para proferir vitupérios desprovidos de conteúdo e ainda por cima protegida pela cobarde capa do anonimato...decidi, no entanto, não o fazer)
2-Ignorar o mesmo ( não faz o meu género assumir faltas de coragem que tantos outros seguem)
3-Responder liminarmente...será essa a estratégia que seguirei.
Pois bem.
Você tem direito a ter a sua opinião, desde que credível e com intuito pedagógico.
Creio que ainda estamos num País democrático.
Todavia, pelo que escreve e epla forma como o faz, a sua opinião não me parece credível e muito menos aparenta ter intuito pedagógico.
Começa por afirmar que é Psicóloga Clínica e que trabalha muitas vezes nesta área...
Lamento que não saiba que o ser Psicóloga Clínica não lhe dá instrumentos profissionais nem capacidade para exercer Sexologia e, muito menos, por o fazer "muitas vezes"...
Mas isso a culpa não será sua, uma vez que a sua formação deve ter sido efectuada no ensino privado. Até porque, creia, vocês da Psicologia, ainda que infelizmente, nem sempre têm preparação para o exercício da Sexologia.
E o mesmo se sente no decurso do seu texto.
Caso não saiba eu exerço Sexologia, de forma convenientemente diplomada e credenciada, há 20 anos. Alem de que, como Professor Universitário, também há 20 anos, sinto ter alguma autoridade para proferir as afirmações que faço.
Já tive, inclusive, muitos colegas seus, como alunos das diversas pós-graduações que lecciono e sei o que afirmo.
Quanto ao facto de o programa ter tudo para ser interessante, concordo consigo, eu e as largas dezenas de milhares de espectadores que temos, os mesmos que, desde há seis meses nos mantém, de forma inabalável, como lideres de audiência da Porto Canal.
Quanto à comparação que tenta, de forma mordaz, efectuar com o programa do Júlio Machado Vaz, lamento informá-la que o referido programa já foi retirado da grelha de programação. Por outro lado se o seu intuito é suscitar qualquer tipo de animosidade, não vá por aí, porque tenho o prazer e a honra de considerar Júlio Machado Vaz um dos meus grandes amigos, já de décadas e sei que o sentimento é recíproco.
Quanto aos seus restantes comentários, sinceramente não os vou comentar até porque se apresentam de carácter pessoal e, aí, não serei eu o melhor juiz.
Desejo-lhe, sinceramente, as maiores felicidades mas, acima de tudo, as melhoras para o estilo pérfido e mesquinho que evidencia.
Procure ser feliz...penso que o deva merecer, debaixo de toda essa capa de ódio e mau estar...
Todos merecem ser amados e você certamente também.
Agora, a título de conclusão, por favor pare de exercer Sexologia, se é que o faz...não creio que o consiga fazer de forma digna, pelo texto que aqui se atreve a deixar escrito.
Acima de tudo as pessoas devem comportar-se com educação e com dignidade.
Obrigado

Mize disse...

Olá professor, espero que estaja melhor, e peço desde já desculpa por utilizar este seu refugio para responder, ou melhor, tecer um curtinho comentário ao indelicado e detentor de grave defeito, o post da Renata???? Com certeza que uma psicologa clinica que diz exercer sexologia, deve também perceber de jornalismo, não tenho a melnor das dúvidas, assim, o conselho que deixa para que a jornalista, neste caso euzinha, prepare melhor o tema, respondo que em jornalismo não se prepare melhor nem pior, ou se está ou não preparado. Porém, e como não sou detentora de toda a sabedoria e mantenho-me constantemente com dúvidas, o que é um aborrecimento, retribu-o o conselho: quando não gosto de um programa não me mantenho 55 minutos colada ao mesmo. Quando considero que estou a perder tempo e a não aprender nada, só preciso de meia dúzia de segundos, depois mudo...claro que há pessoas mais lentas, mas 55 minutos agarrada a um programa que só peca por defeito...E em jeito de despedida, Renata??? Todas as sextas à uma da manhã o SAM está em directo, comigo e com o Professor, não se esqueça são 55 minutos de puro prazer televisivo.
É que no SAM...só não sabe quem não quer, apareça!

Manuel Damas disse...

:)))))))))))))))))))))))
Obrigado pela gargalhada farta que me provocou, Jesus-Maria-José!
Um beijinho grande e continuaremos a fazer o que fazemos...com qualidade e com enorme prazer...até porque é assim mesmo que as dezenas de milhares de espectadores que nos vêem, querem.

Renata Serra disse...

retribu-o ???? ou será RETRIBUO o conselho?

Palavras para quê ...

Continuação de bons programas.

Mize disse...

Renata???, com certeza que o RETRIBUO não tem hífen, foi o que em jornalismo se chama de gralha. Mas fiquei muito satisfeita pelo seu cuidado, é sempre um gosto. É sempre bom saber que não resiste ao SAM. E obrigada pelo desejo de bons programas. Teimo que sim.
(é mesmo teimo e não temo...para desfazer dúvidas)

Com consideração
MARIA JOSÉ GUEDES

Mize disse...

Só uma coisinha: "péssimo mau?????"

palavras para quê...
Reenata?????

Melhores cumprimentos
Maria José Guedes

Maria disse...

Sem me querer meter ao barulho….
Eu sou como algumas pessoas… sempre pensei vir cá dar o meu comentário, mas só recentemente o fiz…! Nunca pensei que este blog fosse tão animado!

Sou de resto uma das milhares espectadoras assíduas que adoro a Maria José - e peço desculpa pela informalidade, sobretudo quando correctamente tratamos o Senhor Professor, e não fazemos o mesmo com a Maria José…
Para retribuir á simpática resposta do Professor, posso lhe dizer que o imediatismo dos nossos dias não é para todos… quero acrescentar que faço parte de um grupo de amigas com namoros duradouros - média de sete anos no momento… somos umas conservadoras! mas sobretudo muito felizes…

E quanto á “solidariedade prestada” é de minha parte mais admiração por dois óptimos profissionais!

Manuel Damas disse...

Oh Renata...sinceramente não me parece nem de bom tom e muito menos com o fito de algum lucro o continuarmos com esta troca de dichotes.
A Renata não gosta do SAM...está no seu direito.Deixa de o ver!
Agora continuar a ver e, mais ainda, vir-nos incomodar aqui no blog, um espaço algo privado, escrito muitas vezes com esforço e enorme dedicação...
Tenha paciência!
Eu sei que a solidão e a insatisfação muitas vezes provocam diatribes deste tipo!
Mas há tantos e tantos blogs que enveredam e gostam, inclusivé, desta troca de frases ocas, sem conteúdo e mal intencionadas...Porque não procura outro que lhe dê mais gozo ao ego?
Era o que eu faria.
Um abraço.

Manuel Damas disse...

Minha querida Maria José...
Palavras leva-as o vento.
Vamos andando em frente porque, como soi dizer-se "os cães ladram e a caravana passa!"
Um beijinho enorme

Manuel Damas disse...

Minha querida Maria...
Obrigado pelas palavras solidárias.
E continue a passar por aqui e a deixar a sua opinião...será sempre bem recebida.
Um beijinho