quinta-feira, 21 de maio de 2009

DEBATE TELEVISIVO SOBRE O CASO DE ESPINHO


Hoje estarei na televisão, em directo, às 22horas, durante uma hora, na Porto Canal, a participar num debate, organizado pelo programa PSI - Porto Sobre Investigação.
O Debate será sobre o caso da Professora de Espinho, suas condicionantes e envolventes.
Comigo estarão em estúdio:

um estudante representante da SEQSO
um elemento do Sindicato de Professores do Norte
uma Psicóloga
um membro da Confederação de Pais

Prevejo um debate quente que aconselho vivamente.
Penso que o tiro de partida será a questão da Professora de Espinho e, a partir deste epifenómeno, iremos cair em cheio num debate sobre Educação Sexual.
A ver vamos...mas recomenda-se!

10 comentários:

Casemiro dos Plásticos disse...

é realmente um caso estranho e que dá que pensar, haverá mais por aí?!
abraço professor.

André Vieira disse...

Lamento dizer isto mas o Senhor Professor desiludiu-me no debate desta noite do Porto Canal (que não vi na íntegra).Na sua primeira intervenção,andou claramente aos ziguezagues para tentar branquear a inqualificável atitude da professora de Espinho.Foi uma postura imprópria de uma pessoa como o Senhor Professor.Lastimável

bisturi disse...

Caro colega:
O debate poderia ser mais e menos estéril...
Também com pivots como aquela jovem...nada ajuda!!!
Também lamento com sinceridade...

Manuel Damas disse...

Meu caso Casemiro...Portugal no seu melhor, sem dúvida.

Manuel Damas disse...

Meu caro André...tem direito à sua opinião, obviamente.
Deveria, todavia, ter visto o debate até ao fim.
Contudo devo dizer-lhe que por uma questão de ética, de maneira de ser e de estar, é-me muito difícil julgar alguém sem ter todos os dados na mão. De qualquer forma, perante os dados disponíveis é meu dever dar o benefício da dúvida e não participar num linchamento público que pode vir a demonstrar-se inconsequente e injusto.
De qualquer maneira, obrigado pela sua opinião.

Manuel Damas disse...

Meu caro bisturi...não podemos nem devemos ser inconsequentes.
Quem somos nós?
Arautos da verdade políticamente correcta?
Eu não o serei!
Abraço

lumiere disse...

professor desculpe la
ja nao é a primeira vez que o vejo falar na seqso
e sei que foi padrinho da 3ª MARCHA DO ORGULHO LGBT NO PORTO
a pergunta que eu faço
e que ja mais alguem aqui em casa me fez pois leu como eu o que quer dizer seqso (Somos Estudantes e Queremos uma Sexualidade sem Opressões) é esta
mas a seqso é uma forma discreta da ilga ( international lesbic and gay association) tentar demonstrar as suas ideias no meio estudantil?
é qeu se assim é os meus parabens esta a conseguir
atenção nao sou homofobico
apenas acho que se a seqso é eu como eu o que quer dizer seqso Somos Estudantes e Queremos uma Sexualidade sem Opressões e esta a tentar lutar pela educação sexual na escola o blog deles e isto ja comentado por varios alunos da escola do meu irmao está apenas a dirigir-se pra lesbicas e gays
explique-me se for possivel afinal qual a finalidade desta "associaçao"
pois esta a causar muita controversia entre os alunos do secundario pois na opiniao deles e passo a citar "
a seqso é um monte de gays"

Manuel Damas disse...

Meu caro lumiere...
A SEQSO é uma associação estudantil que luta pela Educação Sexual nas Escolas.
Esse é o principal motor.
De qualquer modo é impossível ao exigir a educação sexual não falar de temas como a homofobia ou transfobia.
Espero não ter percebido no seu texto nenhum tipo de fobia.
De qualquer modo o Diogo será sempre o melhor explanador sobre a questão.
Posso apenas dizer-lhe que a ILGA e a SEQSO não têm, propriamente, as melhores relações...
:)))))))))))))))))

cristina disse...

Boa noite

Lamentávelmente, a opinião do professor desilude-me. Então o linchamento da professora em praça pública jamais. Até aqui concordo. E o que os alunos sofreram e os maus tratos a que estiveram sujeitos? Isso é relegado para segundo plano? Há muito bons professores, mas outros há como o caso daquela senhora que devia ser afastada do ensino de vez. Entregamos os nossos filhos a gente louca? E ainda me vêm com argumentos a favor da Sra. Professora. Por favor senhor professor!!!! Uma vergonha. Os nossos jovens podem não ser anjinhos que não são, mas não compete também aos professores trabalhá-los? Aqueles que realmente são professores conseguem fazê-lo e não me venham cá com histórias. Conheci professores que de uma forma positiva e alguns até idosos souberam motivar os alunos e até tocar em assuntos inerentes à sexualidade!!! Que saudade!!! Estavamos todos centrados neles e no que diziam. Estes são os professores que o governo penaliza porque existem muitos outros e não tão poucos como possa parecer como a senhora de ESpinho. E ainda me vêm falar da nova geração?!!! E a professora a que geração pertence? Qual o papel dela? Uma vergonha para ela e para quem a defende.

Os melhores cumprimentos

Manuel Damas disse...

Minha querida Cristina...se viu o debate com atenção eu apenas levantei questões de todas as perspectivas e sobre todos os envolvidos, nada mais!
:))))
Quem sou eu para atirar a primeira pedra?
:))))
Um abraço e volte sempre.