domingo, 12 de abril de 2009

ÁCIDAS E BREVES...


O Ministério da Educação acreditou um curso de formação para professores ministrado pela Fundação Casa Indigo, uma instituição que baseia as suas teorias no facto de as crianças terem "auras" com diferentes cores, em função da sua energia e da ligação que mantém com o Universo.
E este tipo de acções de formação dão créditos para a progressão na carreira docente...
Além desta acção a Casa Indigo promove outras como "a prece colectiva das sete chamas sagradas" ou "seminários de cura galáctica e universal"...
No mínimo é extraordinário!
Fico a aguardar cursos de formação para a progressão na carreira docente, creditados pelo ME, em mapas astrais, tarot, leitura de mãos, lançamento de búzios, vudu, magia negra e afins.
Viva o esoterismo do ME!

6 comentários:

bisturi disse...

ESTRANHO A TUA FALTA DE "MODERNIDADE"...
VIVA O ESOTERISMO NACIONAL...!!!

Manuel Damas disse...

Não considero o esoterismo como uma competência necessária para a progressão na carreira docente...digo eu!
:)))))))))))))))))))))))))

Bruno Romão disse...

Ai prof. que falta de abertura de espirito, eu quanto a rede informática que giro pára, a primeira coisa que faço é deitar as cartas ou ir a bruxa ver se não foi mau olhado, na maior parte das vezes é um Espírito mau de uma empresa à qual não se comprou que com a inveja lança um mau olhado e faz alguem tropeçar no cabo. Hehe, só neste país, da vontade de rir.
Abraços

Manuel Damas disse...

Este País está a ficar um bordel!
Um grande abraço

Jeanette Zork disse...

Professor, pode dar-me o link onde obteve esta informação?
Gostava de saber mais informações obre esta matéria

Muito Grata
Jeanette

Manuel Damas disse...

Pois...
O problema é que não foi um link mas uma notícia de um semanário...
Senão ajudaria!
:))))
Um abraço