segunda-feira, 27 de agosto de 2007

SOCRETINICES...



As farmácias, em Portugal, nos sete primeiros meses de 2007 venderam mais 82 milhões de euros, em medicamentos, do que no mesmo período do ano passado...mas o Estado gastou menos 9.6 milhões de euros.
Resultado...o utente pagou mais! Mas, como foi diluido, não sentiu tanto...
Ou terá sentido?
Claro que sentiu, especificamente aqueles que vivem de pensões miseráveis, ao fim de uma vida de trabalho e a quem cada euro faz falta!
E esses estão-se a borrifar para o TGV, para a OTA, para o Allgarve e para todas as socretinices que têem sido produzidas!
Esses não se preocupam, sequer, com os transgénicos!
Esses, os mesmos que me pedem receitas sem data para comprar quando puder ser...esses só se preocupam que o dinheiro chegue até ao fim do mês!
Mas esses...esses só existem nas campanhas eleitorais!
Mas antes que esqueça...esse dinheiro foi empregue em quê?...
Para sustentar mais gastos sumptuosos?!
Qualquer dia isto acaba mal...ai acaba, acaba!

2 comentários:

Pedro disse...

Bem sei que não é funcionario publico. Mas cuidado não vá o homem considerar o texto uma "anedota".

Manuel Damas disse...

Seja bem vindo, Pedro!
Deixei de ser funcionário público, por opção, quando regressei de Washington!
Quanto ao homem...
Ele tem outras preocupações, umas mais conhecidas, outras mais desconhecidas, com que "dar cabo da cabeça"!
:)