domingo, 5 de julho de 2009

HOMOFOBIA



Porque sou contra o ódio, a opressão, a injustiça, o desrespeito pelas liberdades e direitos dos outros...
Porque sou pela cidadania, pela democracia, pela dignidade e pela igualdade.
Porque, acima de tudo, sou orgulhosamente um Homem de Afectos, defendendo o direito ao Amor e à concretização do mesmo.
Porque acima de tudo sou pelo direito à felicidade...
Resolvi trazer aqui uma discussão que se vem travando neste blog mas que pode passar ao lado de olhares mais distraidos, o que eu não quereria.
Vem isto a propósito de um post que o Bituri aqui deixou e a que eu respondi e que quero divulgar de forma mais ampla...

Caro guru da sexologia:
Nem tudo é defensável , nem tudo se defende...
faço aqui a minha declaração de interesses: SOU ASSUMIDAMENTE E FRONTALMENTE HOMOFÓBICO...
Sim ... não me sinto atraído fisicamnente e sexualmente por homens...
E DEPOIS...?
sou menos que os outros por não ser modernamente ALINHADO?
Que me importa que a associação americana de psiquiatria e a OMS já há muitos anos não considerem a homossexualidade uma doença...PORREIRO , PÁ!!!
Respeito as opções de vida de cada um ... mas não me impinjam aquilo que não quero e travestido de maneirismos esquisitos e folclore repugnante !!!
Sei que me vais lançar os cães no meu encalço..mas paciência, cada um é como é !!!
ESTE VÍDEO É DO PIOR PARA QUALQUER CAUSA ... MESMO A MAIS ESTRANHA!!!

Meu caro Bisturi...
As minhas desculpas por só agora responder, mas precisei de tempo para conseguir afastar a fúria que o teu "post" me causou, para agora sim, te poder responder de forma asséptica.
Dizes que "nem tudo é defensável"...
Falas de quê?
De ódio?
De verdades inconfessáveis?
De medo?
De perseguição?
De injustiça?
De hipocrisia?
De infelicidade?
É que tudo isso se pode chamar à colação quando falamos de homossexualidades, que é o mesmo que falar de Afectos.
Sim, porque é de Afectos que estamos a falar.
Sim, porque estamos a falar de pessoas que se amam e que têm direito a fazê-lo, independentemente de serem do mesmo sexo ou não.
Falamos do direito a ser feliz...que penso que ainda sabes o que é, ou que pelo menos ainda te lembras.
Espero que nunca deixes de desejar ser feliz...ainda que duvide que ainda o sintas, tendo em conta a caterva de aleivosias que aqui escreves...
Mas vamos em frente que ainda há muito para te dizer e quiça tentar ensinar...ainda que o outro tenha dito "burro velho não tem andadura"...que penso que não se aplique a ti...espero, sinceramente.
"Sou assumidamente homofóbico (...)não me sinto atraído por homens"...
Apesar de não entender o motivo dessa tua súbita e quase descontrolada declaração pública de interesses, chamo, todavia a atenção para o facto de esqueceres e baralhares conceitos.
Podes não te sentir atraido por homens...estás no teu direito, mas isso é totalmente diferente do conceito de homofobia...recorda, ainda que longínquas as noções que aprendeste nas aulas de Psiquiatria. A fobia é o medo, o pavor, o ódio...
Mas depois continuas afirmando uma outra calinada..."não sou modernamente alinhado"...
Mas falas de quê?
Consideras modernidade o gostar, o querer, o desejar, o amar?
É que eu espero que nunca deixe de ser modernidade o querer, o poder e o conseguir amar alguém, especialmente se for retribuído.
Tanta confusão que vai nessa cabeça, Bisturi...
Mas afundas-te ainda mais quando te atreves a contestar um princípio de uma das mais conceituadas associações medicas mundiais...a APA.
Logo tu que te gostas de exibir como um supostamente conceituado e moderno clínico, actual e actualizado, seguidor dos itens veiculados mais recentemente pelas mais conceituadas instituições medicas mundiais.
Quanta contradição meu caro...
Helas!
Falas de" opções de vida"?
Mas a orientação sexual não é uma opção há dezenas de anos!
Até a OMS já se pronunciou sobre isso...ou será que também duvidas e repudias a OMS? Ínvio caminho esse...creio que foi trilhado também por Hitler, Mussolini, Franco e Salazar...
Não são "maneirismos, nem folclore"...é um modo diferente de dizer..."Amo-te!"
Ainda te lembras quando o disseste da ultima vez de forma sentida?
É que para outros olhares podia ser considerado maneirismo estranho, digo eu!
Quanto ao vídeo, mais não é do que uma outra forma, mais divertida, mais irreverente, mais provocadora de chamar a atenção.
Agora e para finalizar...
Tu que te dizes cristão...
Achas justo aquilo que escreves quando apenas falamos de Amor?
Talvez sim, ou não pertenças tu a uma Igreja que em vez de protectora, de inclusão, dialogante, acolhedora e defensora das causas dos oprimidos, se está a tornar cada vez mais crítica, opressora, marginalizadora, perseguidora e proibitiva.
Espero que estas minhas palavras te consigam fazer reflectir.
No próximo sábado, marcharei na primeira linha da frente da "Marcha do Orgulho no Porto" para, com esse contributo, dar a cara, de forma orgulhosa, por todos aqueles que querem poder amar e gente como tu se atreve a proibir.
No próximo sábado eu e muitos mais marcharemos com vaidade pelo direito ao amor, pelo direito aos afectos, pelo direito à felicidade.
Mas marcharei também por aqueles que dentro do armário têm medo ou ausência de forças para lutar pelo direito a serem felizes, porque ainda há gente como tu que se atreve a tentar oprimi-los.
Deixa o ódio-medo e deixa os outros tentarem ser felizes, e tenta tu também...se já não tiveres desistido
Abreijos, Bisturi

40 comentários:

Gundemarus disse...

É de salutar a resposta... eu mesmo nao consegui afastar de mim a repulsa que me causou o comentario ofensivo, ignorante e retrógrado.
Felicito-te por teres conseguido fazê-lo.
Expressarei uma metáfora capaz de ser entendida até por um católico alinhado à antiguidade obscurantista e medieval:
A melhor resposta para uma agressao gratuíta e sem fundamento, é "dar a outra face". Em resposta ao ódio vertido por Homofóbos de todo o mundo, apenas quero dizer que eu sim reconheço o direito deles a amarem e serem felizes, apenas reivindico que reconheçam o mesmo direito todos os outros, homossexuais ou nao.
Manuel, Bem-hajas pelo tema. Acabas de me motivar para, pela primeira vez, marchar ao teu lado no próximo sábado.

Manuel Damas disse...

Meu querido, agora puseste-me de lagrimas nos olhos!
Vem!
Marcharei ao teu lado, como sempre, carregado de muito orgulho!
Um beijo enorme cheio de vaidade!

Gundemarus disse...

Se por qualquer motivo nao puder comparecer, tenho confirmaçao de que pelo menos, o nosso amigo comum Zé Ninguém estará lá com a cabeça bem levantada!
Até breve, meu amigo.

Manuel Damas disse...

:))))
Ok.
Fico à espera...até porque tenho saudades!
Até breve!

JC disse...

Olá Professor, como está?
Depois disto, ainda me atrevo a fazer-lhe esta pergunta!!!???...
Hoje, como quase todos os dias, passei mais uma vez por este espaço que, para mim, é um espaço de cultura e aprendizagem.
Eis senão que, deparo com ISTO.
E pergunto-me: O QUE É ISTO?
Fiquei incrédulo.
Pensei: ‘ vou passar por cima e seguir para diante. Qualquer coisa à volta DISTO é pura perda de tempo. E eu detesto perder tempo. Até me permito gastar o tempo que for necessário em torno de tudo o que seja susceptível de evolução o que, manifestamente, não me parece que seja o caso’.
No entanto, após alguns retornos ao Blog para me certificar de que, de facto, ainda sei ler e interpretar o que leio, decidi-me pelo contrário.
Afinal, tenho de reconhecê-lo, no nosso quotidiano, muitas são as situações em que não podemos escapar a puras perdas de tempo. Por exemplo, se estivermos numa infindável fila de trânsito, estamos a perder tempo e isso irrita-nos imenso, não é verdade? Mas, não podemos escapar.
Pois olhe que, a partir de hoje, as filas de trânsito vão ter, pelo menos para mim, um outro ‘encanto’…
Já não terá tanta carga de perda de tempo…
E já não me vão irritar tanto…
Professor, antecipadamente, peço-lhe muita desculpa.
Sabe quanta dificuldade tenho em ser sucinto, principalmente nestas circunstâncias.
Mas Professor, agora que decidi intervir, fá-lo-ei sem me permitir a que nada fique atravessado na minha garganta e no meu pensamento.
Se não conseguir num ‘post’, utilizarei dois, se me permite.
Perguntará: O que vem por aí?
Neste momento, nem eu próprio lhe sei responder a essa questão. Apenas sei que começarei. O caminho que levarei e onde irei ter, logo se verá
Também eu necessitei de tempo para amenizar a minha fúria. Mas, não a deixei extinguir-se na totalidade. Não podia… Preciso dela para responder mas, com nível, elevação, dignidade, superioridade pessoal e intelectual.
Amontoados de palavras como este só merecem respostas com elevação, com nível, mesmo que os seus destinatários não reúnam os requisitos minimamente exigíveis para as atingir.
Ora, então, vamos lá a isto, vamos lá dissecar esta mensagem que lhe deixaram:
Diz ‘Bisturi’: “caro guru da sexologia...”
Menos mal, é capaz de reconhecer aquilo que aos olhos dos outros, já há muito que é óbvio. Tenho de destacar esta pequena frase pois, creio, é a única coisa que se aproveita. A partir de agora…
E continua: “Nem tudo é defensável, nem tudo se defende...”.
Pois não! Por isso mesmo, nos tribunais, existe sempre a defesa e a acusação. E nem sempre ganha a defesa, não será? Para além disso, tudo ISTO é bem prova da própria afirmação.
“Faço aqui a minha declaração de interesses: SOU ASSUMIDAMENTE E FRONTALMENTE HOMOFÓBICO...”
Mas, alguém lhe perguntou ou pediu alguma coisa? Não é por nada mas, desconfio sempre deste tipo de declarações. Normalmente são atiradas para a frente, para esconder alguma coisa. É a célebre técnica de atacar para tentar não ser atacado.
“Sim... não me sinto atraído fisicamente e sexualmente por homens...”
Brilhante! Asneira! Brilhante asneira.
Quanta confusão vai por aí. Sou levado a questionar-me sobre o que terá no lugar em que, as pessoas NORMAIS, têm o cérebro… é que será tudo menos massa encefálica, não? Para não ser muito mauzinho, embora, quando, sei sê-lo, será entulho?
Confesso que até hoje, estava convencido que a um homem que não se sente atraído física e sexualmente por outros homens, se dava o nome de HETEROSSEXUAL. Mas, parece que não… afinal, na opinião apresentada, dá-se o nome de HOMOFÓBICO.
Também confesso que definiria HOMOFOBIA de outro modo.
Na minha humilde opinião, HOMOFÓBICA é aquela pessoa (Sim… é preciso ser-se pessoa, é um requisito mínimo… apesar de não concordar com a sua posição… mas, também, há tanta coisa com a qual não concordo…) que odeia os Homossexuais, que não lhes reconhece o direito a existência, que lhes deseja a morte, normalmente do modo mais sádico que conseguirem imaginar.
Mas, ao que parece, sou eu que não estou devidamente actualizado.
(Continua)

JC disse...

“Sou menos que os outros por não ser modernamente ALINHADO?”
Em relação a esta observação, não se me oferece dizer grande coisa. Tem razão. Não será por não ser ‘modernamente ALINHADO’ que é menos que os outros. Aliás, também para se ser ‘moderno’ e ‘alinhado’ é necessário reunir o mínimo dos mínimos de requisitos. Muito mais para se ser ’modernamente alinhado’. Só que, como já penso ter demonstrado anteriormente, não é o seu caso em nenhuma das situações, de todo.
“Que me importa que a associação americana de psiquiatria e a OMS já há muitos anos não considerem a homossexualidade uma doença...”
Mais uma pérola, como diria o meu querido Professor. Venho a perceber pela resposta do Professor que, por detrás deste articulado (mas pouco) de asneiras, está um médico. Grave uma afirmação destas numa ‘coisa’ destas. Será que, apesar de a OMS indicar determinada terapêutica para uma dada doença, você (qualquer outro tipo de tratamento que me ocorre, neste momento, é bem pior que este) faz ‘tábua rasa’ e aplica o que lhe apetece.
“PORREIRO, PÁ!!!”
Isto leva-me a crer que o curso lhe terá saído no mesmo tipo de pacotes em que, aqui há bastante tempo atrás, se dizia saírem cartas de condução. Aliás, se tomarmos em conta o que é escrito, terá sido numa época bem anterior às cartas de Condução, não esquecendo, obviamente que a oferta destas, ocorreu bem nos primórdios do século passado.
“Respeito as opções de vida de cada um...”
Bem me parecia que o seu conceito de HOMOFOBIA está muito confuso no meio desse monte de entulho (repito que é o termo mais simpático que me ocorre) que é a sua cabeça…
E, já agora, o que entende por ‘opções de vida de cada um…’?
É que os homossexuais optaram tanto por sê-lo como qualquer heterossexual ou bissexual. Mais, optaram tanto por ser homossexuais como optaram por serem altos, baixos, morenos, louros, ruivos, bonitos feios, terem olhos castanhos, verdes ou azuis… Enfim, resumindo e numa linguagem que tenta ser acessível, eu traduzo: no que nos estamos a referir, ninguém opta por nada.
Agora o mesmo já não acontece com a estupidez e a ignorância, concretamente neste seu caso, eu diria irremediável.
“Mas não me impinjam aquilo que não quero e travestido de maneirismos esquisitos e folclore repugnante!!!”
Mas… alguém lhe impingiu alguma coisa?????
Não me diga que é vítima de assédio por parte de algum homossexual? COITADO!!! Do homossexual, é claro! Também porque não abriu a boca e articulou uma ou duas frases? Ia ver que o homossexual fugiria de si ‘como o Diabo da Cruz’. É que os homossexuais são pessoas de bom gosto, sensíveis, dignas e sabem distinguir muito bem um atrasado mental de um homem que lhes acrescente alguma coisa a si próprios. Ou por acaso achava que a homossexualidade se extingue na prática de sexo?
É o que eu digo: burrice, estupidez e ignorância, neste caso concreto, são mesmo uma opção de vida…~
Já nem comento a adjectivação feita neste período. Não merece.
“Sei que me vais lançar os cães no meu encalço… mas paciência, cada um é como é !!!”
E não é que, apesar de tudo, conseguiu ter um pequeno rasgo de lucidez? Nada a ver com inteligência, claro. Apenas somou 1+1 (porque 2+2 já começa a complicar).
Coitados dos cães… para que eles o quereriam?
Ao longo de todo o tempo que estou a escrever este comentário, tenho ao meu colo, uma pequena gatinha de 3 meses, a dormir. É um anjo. Como dorme Como é meiga.
De facto, quanto mais conheço ‘supostas’ pessoas, mais gosto dos animais.
Bem e, finalmente (que, por acaso, também é o nome de um bar gay em Lisboa; informo-o pode, um dia, vir a precisar e, pelo menos já sabe o nome. Se soubesse a morada, dava-lha de boa vontade mas, não sei. Se precisar, sempre posso tentar saber…).
(Acaba no próximo)

JC disse...

“ESTE VÍDEO É DO PIOR PARA QUALQUER CAUSA... MESMO A MAIS ESTRANHA!!!”
Escute lá! Qual é o seu problema com o vídeo? A música até é engraçada… Por acaso, quando o abriu, não sabia ao que ia? Olhe que um HOMOFÓBICO ASSUMIDO (com ou sem declarações de interesses) jamais abriria um vídeo explicitamente indicado como sendo em defesa da causa gay…
Pois, entendo… O seu ARMÁRIO é diferente dos outros, não é? Deve ser blindado… e, depois, em vez de o tentar abrir com calma e com as mãos, tenta abri-lo à força e à cabeçada. Resultado, abre a cabeça, a massa cinzenta esvaísse e dá nisto, nesta absoluta verborreia.
Ah! Lembrei-me… Será que o seu problema com o vídeo se prende com duas pequeninas palavras que, traduzidas para português, fazem apelo a algo que você quereria mas, que não consegue, que não sabe o que porque não tem com quem praticar?
Sabe, não sou psiquiatra, nem psicólogo. Não que ache que algum destes técnicos, por mais conceituado e competente que fosse, lhe resolvesse o seu problema. Mas, tenho alguma formação em Psicologia e, sabe o que lhe digo? Você tem mesmo a sua homossexualidade castrada e recalcada à marretada.
As frustrações sexuais são, de facto e está cientificamente comprovado, as piores. Mas, você tem lá capacidade para perceber isto.
Desculpe. Lamento mas, parece-me que o seu caso já não tem cura. É o que acontece aos fósseis, resta-lhes subsistir na forma em que se encontram.
E pronto Professor.
Peço-lhe desculpa só que, dou um boi para não entrar numa guerra mas, depois de entrar, dou uma manada inteira para não sair…
Espero bem não o ter deixado ficar mal
Que me desculpem, também, todos os outros apreciadores do SAM-BLOG…
Abreijo muito grande, SEMPRE


P.S. Professor, ainda foi pior do que poderia pensar. Esticou-se para 3 'post'. Perdão

JC disse...

SINTO-ME COM A NOÇÃO DE DEVER CUMPRIDO MAS; CANSADO.

ebrexock disse...

Hey Teacher nao gostei do que li mas tb nem sp pode-se gostar do que se le ne :) ?? Como mentor e founder deste blog penso que deveria falar em PM a essa pessoa que por razoes desconhecidas escreveu o que lhe vinha na alma e dessa forma agressiva ! Discordo de ter tornado mais publico o assunto uma vez que no passado ele sp interveio com classe e agora ja é um monstro ??!! Sao ideias e mentalidades . Este nao é um blog politico mas sim um blog de ideias ... nao de manipulaçao e de pensar e agir sobre o ke esta certo ou errado mas de discussao . Eu por exemplo , hetero , partilho que devemos ter o direito ao Amor independentemente das nossas escolhas . Sei tambem que existem milhares de pessoas que matam por este mundo fora pelas diferenças . Este nao é um blogue que os vais mudar de ideias . Tem um trabalho mt dificil , valorizo o como Homem e individuo numa sociedade dificil e individual ,e valorizo o pela coragem nos temas e opiniao pessoal nos temas da Sexualidade Abraços
Pedro

Gundemarus disse...

CAro ebrexock,

Isso de "no passado ele sp interveio com classe " é discutível... de qualquer maneira, nao penso que o tio SAM tenha sido agressivo, e estou plenamente de acordo com que se exponham posturas descriminatórias e insultuosas tomadas por qualquer dos que visitamos este blog, uma vez que esse nao é o objectivo do mesmo, e tal e como o fundador predica, deve predominar a tolerancia e a discussao de ideias sempre que estas nao possam ser interpretadas como ataques directos por nenhum dos outros participantes.
Um abraço,
Gunde

Fernando Mesquita disse...

Parabens!!!

Pelo BLOG, pela Resposta e por todo o trabalho que tem desenvolvido...

Abraço

joana disse...

Professor muita coisa ainda há para desenvolver em volta deste assunto.
Muita conversa,muita discussão,muita polemica,mas o que temos nós haver com a maneira que as pessoas escolhem para serem felizes,homem com mulher,mulher com mulher ou homem com homem o mais importante é que consigam ser felizes não é?
Cada um tem o direito de ser feliz da maneira que acha mais adequada para si mesmo.
Ninguem tem o direito de julgar ou apontar o dedo a uma pessoa que ama da mesma maneira,mas uma pessoa do mesmo sexo,é amor na mesma independentemente do que os outros pensam ou não
Se puder juntar me ei a si no proximo sabado sem duvida para mostrar a varias pessoas que o amor não escolhe o sexo,mas que todos temos o direito a felicidade independentemente de quem esta ao nosso lado.O amor é isso mesmo,desde que haja entrega dedicação e tudo mais o resto qualquer relação pode funcionar seja ela qual for.
Desde que amem,seja de que maneira for sejam sempre o mais felizes que puderem isso é o que mais importa.
beijinho grande professor

Maria disse...

Bom dia
Vim parar aqui ao seu blog, fazendo umas pesquisas, pois estou a fazer um trabalho ( sou estudante de psicologia, mas já com idade "avançada", 43 anitos). Foi mais ou menos por acaso que aqui vim parar e ainda bem.

Ao ler a sua resposta, reparei que a pessoa em causa teve aulas de psiquiatria, logo o que mais me chamou a atenção é que devemos estar a falar de alguém que é profissional de saude mental. Isso é o mais grave. As pessoas, em geral, quando procuram ajuda estão em sofrimento; os profissionais de saude mental ( psiquiatras, psicólogos) têm um poder e uma responsabilidade enorme ao atender adequadamente as pessoas. Assusta-me saber que na realidade são muitos os profissionais que destroem, ou quase, a cabeça de muitas destas pessoas, por conta da sua formação pessoal, dos seus juizos de valor, em suma, da visão pelas suas lentes. Num mundo mais perfeito, o processo que leva à formação destes profissionais seria mais selectivo. Tenho um professor que diz que, com canudo toda a gente sai da faculdade, mas psicólogos serão meia duzia.

São pessoas assim, com preconceitos e doenças da alma desta natureza que descredibilizam as profissões de saude mental...este tipo de posição ( a que o tal Bisturi tem) deveria ser, a meu ver, suficiente para que não pudesse exercer.

Cumprimentos

Manuel Damas disse...

Meu caro JC...antes de tudo, um sincero obrigado pelos elogios que me dirige.
Serão merecidos?Sinceramente penso que sim.
Como vê, não me ponho com parvas modéstias.
Quanto ao dedido de desculpas que me dirige, desculpe lá mas não o aceito. As pessoas são livres de ter a sua opinião, mesmo as com as quais não concordo...o que não é o caso.Mas cada opinião assume-se. E eu ca estarei, enquanto fundador deste espaço e, acima de tudo, como sexólogo, com outras responsabilidades que não a apenas opinativa, agirei em conformidade.
Fala-me o meu querido amigo em perda de tempo...sinceramente ainda não descobri se ao longo da vida perdemos ou ganhamos tempo...mas também não sei se alguma vez chegarei a alguma conclusão no que a isso se refere.
Quero dizer-lhe que me fez sorrir na sua definição de heterosexualidade versus homofobia. E olhe que nos dias que correm um sorriso vale ouro e dos meus, então, que vêm rareando à medida das circunstâncias é preciso muito.
Relativamente ao seu discurso, é a sua opinião, ainda que tenha que concordar com a maior parte das alegações que faz.
Assim sendo, nada me resta a não ser agradecer o seu contributo.

Manuel Damas disse...

Meu caro ebre...antes de tudo, você não deve confundir questões pessoais com oficiais.
Eu não tenho nenhum problema pessoal com o bisturi. Se assim fosse, logicamente que teria que falar com ele pessoalmente e em privado.
A questão é de opinião, de personalidade, de formação, de humanidade.
Precisamente por isso é que fiz questão de tornar a polémica pública e fá-lo-ia de novo, também por uma questão profissional.
Faço-o porque quero, porque devo mas também porque sou obrigado.
Como Professor devo corrigir os erros dos outros e tentar ensinar a que não se cometam de novo.
E no caso especifico o Bisturi tem enormes responsabilidades enquanto Médico!
Um Médico tem que ser um acolhedor, para além de um tratador...e não pode deixar vir ao de cima as suas opiniões quando estas, ainda por cima, para além de injustas são marginalizadoras, retrógradas e sufocantes.
E não me fale em mentalidades retrógradas...contraponho se nunca ouviu falar em reforma das mentalidades?
:)))
Um abraço Pedro

Manuel Damas disse...

Um abraço pela solidariedade, Gunde...

Manuel Damas disse...

Obrigado Fernando.
Seja bem vindo e volte!
:)))

Manuel Damas disse...

Minha querida Joana...por vezes parecemos invejosos dos Afectos dos outros.
Lá nos veremos então na Marcha.
Um beijo grande

Manuel Damas disse...

Minha querida Maria.
Seja bem vinda.
Na realidade o Bisturi não é um profissional da psiquiatria, ainda que seja Médico.
O que não retira nada em termos de obrigatoriedade de mente aberta e saber receber de forma acolhedora e não castradora e, acima de tudo, jamais homofóbica!
Um beijo

RbyR disse...

Tive oportunidade de ler o comentário que o caro Bisturi dirigiu ao post e aquilo que me veio ao pensamento foi o de que tal opinião, se verídica e sincera, não parece precisar de contraposição! E passo a explicar, desde logo, a fundamentação foi tão sem nexo, que o caro blogger não precisa de que lhe apresentem fundamentos que se reúnam numa conclusão contrária à dele! Precisa mesmo é de aprender o conceito de ser feliz! Talvez até o conceito de Amar! E de certeza absoluta, o conceito do respeito pelo outro!

Fico feliz por hoje poder ler a resposta do professor e nos termos em que a dirigiu!

Infelizmente não poderei marchar pela causa, na medida em que não estarei por cá, contudo, posso me orgulhar tb de lutar todos os dias para que outros possam ser felizes! Porque é esse o nosso orgulho: O orgulho por sermos quem somos e especialmente por querermos viver aquilo que somos!

Um abraço

bisturi disse...

Dr MAnuel Damas e demais "Melgas, Moscas e Mosquitos":

Não perdem pela demora...ehehehehehe

Já agora ...aquele indivíduo que está a pertar o nó no pescoço daquele jovem "mui guapo" és tu???
MAS QUE MALDADE !!!
NEM PARECE TEU...UM HOMEM DE AFECTOS...!!!
HEHEHEHEHEHHEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
Vê lá se metes um pouco de insecticida nesta coisa que a bicharada não deixa a loja !!!
ihihihihihhihihihihihihihihihhihihihihihihihhihihihihihihhihihihihihihhihihihihihhihihihihihhihihihihihhihi
TENHAM JUÍZO E DEITEM~SE CEDO !!!

bisturi disse...

Dr Manuel Damas:
Como se diz na minha terra: sois todos uma cambada de trengos e morcões...
E tu especialmente porque caíste na esparrela... e saltaste , incompreensívelmente para a insinuação soez, arregimentando uns miúdos que te acompanham muito bem...
MAIS UMA TENTATIVA DE LINCHAMENTO VIL... SEM RESULTADO!!!
R/ PROZAC ...QBP
R/ XANAX...QBP

GRANDES GARGALHADAS ME ESTÂO A SERVIR:::BAH!!!

Mais imaginação por favor...

Manuel Damas disse...

Um grande abraço RbYR. Também por si eu marcharei!

Manuel Damas disse...

Meu caro Bisturi...
Apenas te respondo que eu não me atrevo a brincar com os Afectos dos outros.
Não me atrevo a brincar com todos aqueles que amam em silêncio sufocado.
Não me atrevo a brincar com todos aqueles que apenas desejam ter o direito à felicidade.
Não me atrevo a brincar com todos aqueles que gostariam de oficializar os seus Afectos e não o conseguem porque gente como tu se atreve a gozar de forma vil com a situação!
Também uma coisa te posso prometer aqui com toda a frontalidade...
Não pararei!
Não pararei!
Até que seja instaurada a liberdade em Portugal!
Não pararei até que em Portugal seja possível amar Homem, Mulher ou outra coisa qualquer!
Não pararei até poder assistir ao vivo e em directo, porque farei questão de assistir, ao primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo...com a tua anuência ou não!
Apenas, porque todos merecem ser felizes...até tu!

bisturi disse...

Dr MAnuel Damas:
Gostaria de te dizer que me poderia sentir tocado pela tua preocupação pela minha felicidade...MAs sentindo de verdade que ela nada tem de genuína ou autêntica só tenho que lamentar!!!
DEpois...APLAUSOS PARA TI...MUITOS APLAUSOS!!!
Pois escamoteias as tuas atitudes refugiando-te em temas laterais e a despropósito...

Utilizas tácticas reiteradas de responder a um comentário com um post, assumindo o gosto para uma certa atitude funesta de lançar a insinuação soez e indecorosa, tão pouco se cola à capa de Homem de Afectos que tanto gostas de apregoar em frente ao espelho...BRAVO!!!
FAzer insinuações de índole pessoal e até profissional e sem qualquer fundamento é simplesmente VIL e BAIXINHO!!!BRAVO!!!
Deixar a coisa em lume brando alimentando que outros intolerantes pairem como ABUTRES sobre um potencial cadáver e pronto a atacá-lo...PROCURA OUTRA VÍTIMA !!!
COMO EU TE COMPREENDO, AMIGO!!!
E esssa malta só sabe abanar as orelhas e nada mais...
Tu não consegues encaixar a mais pequena crítica...falta-te FAIR-PLAy... Convves péssimamente com a crítica mesmo de quem te quer bem...LAMENTÀVEL!!!

Preferiste seguir pela via sórdida do " entalanço" público e na praçinha pública, acolitando e arregimentando os sacristões do costume!!!

ONDE PÁRA O " HOMEM DOS AFECTOS"

Poderia acusar-te de seres um hedonista puro e inveterado, encasacado com essa capa dos "AFECTOS", como gostas de te intitular e ser conhecido.
Dá para questionar: quanta verdade nisso existe?

A tolerância e a compreensão pelos outros PRATICA-SE... Não basta dourar com belas palavras mas depois na prática contradizer tudo e ser mais INTOLERANTE e proteger os intolerantes.

Para as causas que dizes defender(?) este post deu-lhe uma machada de morte!!!
Pára para pensar no que te digo e deixa de tentar achincalhar quem é sincero e frontal contigo mesmo que por vezes te diga NÃO!!!
À outras vias para falar que não esta que pareces adorar!

Até à próxima...

Gundemarus disse...

é pá!! O gaijo fala caro p'a carago mas deixa vir ao de cima o caxineiro que tem dentro... pena que nao siga o exemplo de solidariedade e verdadeira comunidade porque também é conhecido o referido bairro, além dos motivos do costume.

Bisturi:
Ò Doutorzinho de araque, "À outras vias para falar " nao será com H???
Demagogica e bacôca a tua tentativa de denegrir os outros quando quem nao suporta o próprio reflexo ao espelho pareces ser tu. Ou serás um Narciso frustrado que como nao gosta do que vê resolve tentar amargar a existencia aos outros?
Seja como for, acho que devias comprar um espelho que nao te mentisse tanto porque o que tens nao passava o teste do polígrafo.
Ainda gostava de saber quem passou procuraçao a um Homófobo reconhecido para doutrinar quem quer que seja acerca da tolerancia e do respeito...
Lamentável!
Agora bem, se tivesses dois dedos de testa, escusavas-te no parco vocabulário que dominas para relativizar as bacoradas que proferiste, e terias pelo menos a sabedoria de uma rectificaçao... como nao o fazes, damos por assentado que o teu problema nao é só esse, mas para além do vocabulário, a capacidade racional também a tens limitadinha...
Desejo-te toda a felicidade do mundo, mas estou certo de que já a tens... afinal só os ignorantes sao 100% felizes neste mundo!

Manuel Damas disse...

Meu caro Bisturi...
Não me parece correcto tentares desviar a atenção desta polémica, ainda que te seja mais fácil e mais prático.
Na realidade a questão não se prende entre nós dois.
Seria bem mais fácil, resolvê-la se assim fosse.
A questão é de fundo.
A questão é de princípios.
A questão é de dignidade.
A questão é de igualdade.
A questão é de direito à felicidade.
E não tentes escamotear, porque não to vou permitir.
A questão prende-se com a Homossexualidade!
A questão prende-se entre estarmos os dois nos antípodas da urbanidade.
E sim!
Continuo e serei sempre, de forma orgulhosa e assumida um Homem de Afectos.
Porque me preocupo com os outros, por mais fátuo que isso te possa parecer.
Mas lamento!
É uma guerra que assumo como minha, ainda que com tranquilidade mas espírito de justiça!
E não...não é meu timbre escamotear a realidade, bem pelo contrário.
Seria bem mais fácil, para mim, manter-me na comodidade dos temas simples e assépticos.
Discutir, talvez, a poluição ou o ambiente.
Poderia, até, aderir à nobre causa do Cancro da Mama...essa sim de fácil campanha, pueril, consensual e fácil de conquistar adeptos.
Mas eu não ando aqui para granjear aplausos...não eu!
Não vou por caminhos cómodos!
Seria mais prático, mas não!
Nunca foi esse, nem será, o meu timbre.
Porque eu preocupo-me!
Assim..assim consigo dormir mais tranquilo, ainda esperançado num Mundo mais justo e feliz.
Mas esse sou eu!
Sempre fui de causas difícieis.
E agora um detalhe!
Falas tu de intolerância?
Logo tu????
Queres maior intolerância do que a tua que tenttas, de todas as formas, quartar a felicidade dos outros?
Mas quem és tu para te julgares juiz da moralidade pública?
Deixa-te de atitudes bolorentas!
Que te pode incomodar a felicidade dos outros?
Que te pode incomodar que os outros tentem ser felizes, à sua maneira?
Aprende uma coisa comigo...a felicidade dos outros não impede a nossa!
Não é pelos outros serem felizes que nós o seremos menos!
Não é por aí o caminho.
E uma coisa mais...
Não critiques quem saltou em defesa da liberdade.
Foi gente que, porventura, sente na pele a dor e a asfixia do pensamento soez, ancestral e anquilosado que tu apregoas.
Volto a dizer-te...
Tenta ser feliz...e deixa os outros também o serem, à sua maneira!
O Mundo seria tão mais belo e pacífico!

Manuel Damas disse...

Meu querido Gundemarus...há tanto, mas tanto, ainda por e para fazer pelo livre direito aos Afectos...
Enfim!

ebrexock disse...

Boas ... vim cá so para constatar se ja tinha mudado para a 2ª e 3ª velocidade mas parece me que nao Doc :) resolvi ler de novo a sua resposta e soltei um sorriso ... bem boas ferias a todos , que hoje vou eu !! Nao revelo o sitio pois nao gosto de causar invejas a 3ºs mas revelo que regresso no fim do mes e espero com novas e frescas noticias para eu meter o bedeilho
Abreijos a todos e todas

JC disse...

Bem, bem, bem…
Agora esse suposto instrumento de precisão utilizado em cirurgia já baixou todo o nível que tinha de baixar.
O que pretende afinal? O que o move? Quais os seus verdadeiros motivos, que o levam a assumir atitudes tão sórdidas? O que pretende provar e o que ganha com isso?
Não! Não o trato por ‘tu’ (que me desculpe ‘Gundemarus’) mas, de facto, não me permito a tal excesso.
Nem lho admito.
Costumo dividir o Humano actual em dois tipos: 1) Pessoas; 2) Gente. O primeiro grupo é, cada vez mais, escasso. Pelo contrário, as fileiras do 2º grupo vão, proporcionalmente, engrossando.
Mas, há mais. O segundo grupo ainda pode ser subdividido em 3: a) Gente; b) gentinha e c) Gentalha.
Não acha triste que, em 2 grupos e, ainda na subdivisão do 2º em 3, não se enquadrar em nenhum?
Também por isso, o meu ‘NÃO!’ ao tratamento por ‘tu’. Para além de ser uma confiança que só dou a quem, de facto o merece. Mas, para que tal aconteça é preciso, antes de mais preencher um requisito essencial: SER PESSOA, por muito poucas que sobrevivam. Não preenchendo este requisito, o que é manifestamente o seu caso.
Nem à classe da ‘gentalha’ consegue pertencer…
Ah… mas agora lembrei-me… Sabe o que rima com ‘gentalha’? Não???? Eu digo-lhe: CANALHA!
É isso mesmo que você é: um CANALHA, muito mas, mesmo muito ORDINÁRIO e SEM NÍVEL absolutamente nenhum. Um PULHA da pior espécie.
Se está tão incomodado com a proliferação de ‘insectos’ neste blog, porque força a sua presença. Ainda não percebeu que não faz cá falta nenhuma? Que ninguém sentirá pena pelo seu definitivo desaparecimento? Ou será necessário utilizar ‘605 FORTE’ para banir daqui a sua raça roedora e nojenta?
Fique descansado. Não tenho medo de ratos.
Mas que inveja do suposto regimento de miúdos. Será que era o que gostaria de ter a seu serviço? Será que, para além de homossexual frustrado, castrado e ressabiado, travestido de heterossexual caótico e de conceitos confusos, também é pedófilo?
Pois, se assim é, lamento mas, não correspondo a esse padrão. Nada tenho de miúdo. Nem de idade e, muito menos, de capacidade intelectual mas, como é óbvio, você não sabe interpretar o que lhe digo.
Mas, sabe, acho que não é isso que o move.
O que o verdadeiramente o move é uma enorme inveja em relação ao seu colega, quer ao nível pessoal, que ao nível profissional.
Mas, há mais: tudo o que aqui tem evidenciado, para além do que já mencionei, parece ser outra coisa… Será uma paixão não correspondida? Ora pense lá bem e veja lá se não é esse o seu verdadeiro e mais profundo desgosto.
Mas, já devia saber que ‘não é com vinagre que se apanham moscas’.
E você está tão desejoso de as ter, não está? Aliás, o seu desespero sexual é tão grande que até já valem as ‘melgas’ e os ‘mosquitos’. Já marchava tudo, não é?
E, para além de verdadeira, decidida e definitivamente burro, ainda é completamente analfabeto.
Reforço o que lhe disse ‘Gundemarus’: Para dizer aquilo que queria, é óbvio que tem de utilizar o verbo ‘haver’. Logo, seria ‘Há’, com ‘H’. Senão não faz sentido…
Mas que observação a minha, agora… Qual a surpresa? Não do que você pensa, diz ou escreve faz sentido. Qual o indivíduo que, preenchendo os mínimos requisitos para que o possamos apelidar de ‘humano’ e na posse das suas mínimas faculdades mentais, utilizaria um meio público para este tipo de atitudes, ataques e demais estupidez?
Não se defina como homofóbico.
Para além de não saber o que isso é, ainda deixa os verdadeiros homofóbicos vermelhos de vergonha.
Realmente, há duas coisas para as quais não existe mesmo remédio: 1) a morte; 2) a pobreza de espírito.
É uma tristeza mas, é verdade…
E se HÁ ‘…outras vias para falar…’ porque não começou logo por utilizá-las e nos poupou a esta enxurrada de asneiras?
E, nem mais um segundo do meu tempo. Já ultrapassei todos os limites de perdas de tempo a que me dou ao luxo.
Acabou-se o crédito.

JC disse...

Caro Professor Manuel Damas, esqueça tudo isto e não altere a rota que definiu para si.
‘Vozes de burro não chegam ao céu’
Este é um espaço digno e pedagógico.
Sei bem o quanto é um Homem de Afectos. Mas, não desperdice as suas capacidades com corpos, cujas cranianas são habitadas por supostos neurónios afogados em estrume.
Recuperemos a dignidade e a enorme importância deste seu/nosso blog.
Não sou nenhum miúdo. Muito menos um ‘arregimentado’. Mas, estou cá para o que der e vier.
Nem sou capaz de chamar qualquer nome a ESSA COISA. Desperta-se-me, de imediato, um sentimento de pena para com a comparação, por mais repugnante que seja.
Vê o que eu lhe quis dizer com o cuidado que é necessário na implementação da Educação Sexual nas escolas?
É que, no Ensino, também existem alguns exemplares destes. O seu efeito, se tiverem responsabilidades nesta área, pode ser nefasto para as camadas jovens e, até, promoverem o aumento da taxa de mortalidade por suicídio.
Um enorme BEM-HAJA por existir e ser quem.
Enorme e Forte Abraço
Com todo o carinho e respeito
Até breve

Manuel Damas disse...

Um abraço Ebre e boas férias.

Manuel Damas disse...

Meu caro JC...
Depois de tudo o que li e escreveu apenas posso agradecer a enorme manifestação de solidariedade madura e amadurecida...ainda por cima da parte de quem já passou a fasquia dos 40.
:)))
Bem haja, meu querido Amigo

JC disse...

Caro Ricardo,
Engraçado…está a responder-me, ao mesmo tempo que eu lia intervenções suas, n outros 'post'.
Mas, cada comentário no seu local apropriado…
Porque foi buscar o caso de Inglaterra?
Tem o caso brasileiro...por lá, também todos se tratam por 'você'.
Poderia responder que seria poblema meu.
Mas não.
Porquê?
Porque não o merece…
De tudo o que já li seu, não me parece que defenda os seus legítimos pontos de vista, agredindo, denegrindo ou enxovalhando os outros, o que não é o que tem acontecido...
Neste sentido, devo dizer-lhe que, se fosse natural de outra sociedade qualquer, certamente, reagiria do mesmo modo, de acordo com os meus princípios, com os meus valores e aquilo em que acredito.
Repare que, nunca publicitei a minha orientação sexual.
Será qualquer uma.
Mesmo que alguém (que não se relacione comigo) queira incluir-me numa, qualquer que seja, não passará de especulação, pura inclinação de 'português' em colocar rótulos em tudo o que mexe.
Porque não o fiz?
Porque não sinto necessidade.
Vivo e convivo muito bem comigo e com a minha sexualidade, aliás, como vivo e convivo bem com todo o resto do meu ser e da minha existência.
Com isto não quero dizer que, quem o faz, não vive e convive bem com a sua sexualidade.
Estou, obviamente, a falar para si e para o Diogo.
Têm ORIENTAÇÕES SEXUAIS (que nada tem a ver com OPÇÕES DE VIDA, como sabe/m) distintas e que, até podiam ser outras, mas, respeitam-se.
E como tudo isto surgiu?
Porque apareceu um 'bisturi' qualquer que fez uma suposta 'declaração de interesses'.
Com isto, supostamente assumiu a sua orientação sexual. E para quê? Com que intenção?
Creio que com o intuito de provocar um 'arrastão', como se em seguida todos nós tivéssemos de afirmar aqui, as nossas orientações sexuais.
Mas, não somos nós o alvo.
O único alvo de 'bisturi' é o Professor Manuel Damas e a única intenção, a de o destruir o mais que puder.
Porquê?
Para quê?
Não sei!
É um assunto entre os dois.
Mas, eu não seguirei este caminho.
Até o poderei fazer noutra ocasião, se o entender oportuno, se entender que tal informação, do meu foro íntimo, faz sentido ser partilhada.
Mas, Sim, eu tenho ORGULHO!
Tenho Orgulho em ser o que sou e quem sou.
Mas, meu caro, se é natural de Portugal, e como pessoa culta que me parece ser (para quem tem experiência, consegue percebe-se alguma coisa pelo modo como escreve...), saberá que faz parte da nossa cultura a distinção (eu apelidaria de bastante marcada) entre o tratamento por 'tu' e o tratamento por 'você'.
O Ricardo trata uma pessoa que não conhece por 'tu'?
Não o fez, nem comigo, nem com o Professor, nem com o Diogo.
E não o fez porquê?
Não será porque se insere numa sociedade que convencionou ser esta uma das regras da boa educação?
Trata uma pessoa idosa, com quem tem pouca confiança e/ou convivência, por 'tu'?...
Se as questões da 'Igualdade' e da 'Felicidade' se resolvessem de um modo tão fácil como o das formas como nos tratarmos, seria bem mais fácil garantir a IGUALDADE e a FELICIDADE universais.
De qualquer modo, muito obrigado por me ter abordado directamente.
Tenho mais para lhe dizer mas, em contextos de outros 'post' e, se me permite, fá-lo-ei.
Afinal, sou um indivíduo que gosta de conversar e, mantendo-nos no registo do diálogo e da sã troca de ideias entre nós, (os 2, os 3, os 4, os que quiserem entrar e venham por bem).
Por isso, estendo, também, este agradecimento que lhe dirigi, ao Professor Manuel Damas e ao Diogo).
Acho que é isso que vale a pena.
Valorizarmo-nos a nós próprios e enriquecermos este espaço, servindo-o de forma digna e adequada à pretensão de quem o fez nascer.
Espero tê-lo(s) respeitado e, com esta intervenção, ter demonstrado, também, que sei assumir uma postura calma e serena, contrastante com as intervenções anteriores., possivelmente, polémicas e acutilantes.
Só que, repugnam-me os 'jogos baixos’ e as 'rasteiras gratuitas', em que ninguém tem nada a ganhar, pelo menos à vista desarmada.
E sim, estou aqui porque quero, porque tenho muito para aprender.
Um abraço.

JC disse...

Ó Ricardo, desculpe mas...
porque retirou o 'post'?
Agora vai parecer que escrevi a partir do nada, não é?
Bem, mas você sabe bem que não, verdade?
Abraço.

Manuel Damas disse...

Meu caro JC...
Já não fui a tempo de ler o post do Ricardo, o que foi uma pena.Mas leio o seu e permita-me que o saúde, uma vez mais, pela lucidez, pela acutilância, pelo sentido de oportunidade e pelo espírito reflectivo.
Pena é que nem todos tenham tido essa lucidez de pensamento.
Um abraço grande deste seu Amigo!

Ruy disse...

Ola Sr Manuel.
Esta muito quente por aqui realmente.
Gostava de perguntar o que é que o Homossexual fez de tão mal a sociedade a humanidade para ser assim tão discriminado ? , qual é o direito de um homem enxovalhar um outro por causa das suas opções sexuais?
vejo muita maldade, muita inveja de saber que há gente que não gosta de ver as pessoas felizes, esta enraizado na humanidade, a maldade esta a cima de tudo, ser mais importante que tu...
Triste de ver que o AMOR é assim tratado, falo em AMOR num mundo de egoísmo, uma palavra tão pequena para muitos, mas que assusta muita gente, enfim não queria entrar em muitas conversas so quem passa por elas é que sabe, em cada família há e terá homossexuais, muita gente pensa que so na casa dos outros é que há, deixa me rir e de onde é que eles vem? do espírito santo? Enfim é melhor ter uma vida dupla, e enganar as suas mulheres e os seus homens, assim o AMOR tornas triste e traidor, ao mesmo tempo. Continuemos na hipocrisia e no egoísmo sempre é mais bonito. Fazer pouco desses paneleiros desses rabetas (desculpa sr. Manuel tenho que utilizar as palavras certas)é engraçado baixar a auto estima desses mariquinhas, até vou trabalhar melhor so de ter mostrado a esse paneleiro que ele não é normal, que para esta sociedade ele não são bem vindos, vamos mais satisfeitos para casa quando vemos esses paneleirotes recalcados, são fracos e que não servem para nada.
È maldade pura e dura.
È neste mundo que vivemos maldade pura maldade gratuita.

Manuel Damas disse...

Meu caro Ruy...percebo palavra por palavra de toda a dor que se sente nas frases que escreve.
Um beijo enorme

Gundemarus disse...

Nao entendi a polemica do "tu" e do "você", mas lá em cima haverá um comentario que me referencia...
Passo a esclarecer: Quanto ao SENHOR PROFESSOR DOUTOR Manuel Damas, trata-o por "tu" porque é esse o grau de confiança que temos desde há longa data.
Quanto ao tal Bisturi, passei a tratá-lo por "tu" porque em primeiro lugar ele assim o fez comigo, e para tratar-me de forma pouco apropriada. Sabemos que ele é Dr. mas curiosamente nao me lembro de ter publicado nunca qual o meu grau academico... Mas já que me insulta, leva com um "TU" chapadinho que é por causa do cheiro das tintas.
Ainda assim, no país onde trabalho, esses chavões não se usam. O normal é as pessoas tratarem-se por "tu", e como já cá estou há uns aninhos, começo a adoptar o mesmo comportamento.
Quanto ao Inglês, nao consegui compreender nunca se se tratam todos por você ou por tu, já que a palavra é a mesma ;)
Bem-vindos a esta torre de babel que é o Séc XXI
Abraços

Manuel Damas disse...

Meu querido gunde...houve má compreensão entre ti e o JC...
Eu, que vos conheço a ambos e vos compreendo, percebo a confusão.Mas já está tudo esclarecido.