sexta-feira, 13 de abril de 2007

FORUM DA SEXUALIDADE 29



Mais uma emissão do "Fórum da Sexualidade" foi para o ar.
Com toda a tranquilidade, mas também com toda a transparência, devo confessar que, de emissão para emissão, o programa flui com mais leveza, com espírito de humor, com ritmo mas também e acima de tudo, com a seriedade e o espírito pedagógico que falar de Sexualidades impõe.
Assumo que está a ser mágico fazer parte desta equipa, sem necessidade de bajulice até porque, quem me conhece, sabe que não faz o meu género.
E os ouvintes também o sentem e fazem questão de o manifestar.
Noção do dever cumprido!

8 comentários:

Cristina disse...

Falamos de um tema que me deixa sempre magoada, triste e desolada
por simplesmente saber que acontece ... foi dos temas, talvez, que mais me marcou! Ainda hoje dou por mim a pensar no que falamos ontem, traição fisica, traição de afectos ...

Um dia vais procurar a minha poesia no pôr-do-sol e no despertar da lua, mas encontrarás apenas o silêncio e perguntarás: onde estás?

E respostas não terás, porque até a natureza se negará a dizer onde estou!!!

Manuel Damas disse...

Bem...estamos bem Cristina?Algum problema?Precisa de um ombro?Estou aqui...

Cristina disse...

Estou bem, professor. Obrigada.
Perdoa-se mas não se esquece ... foi apenas e só o que aconteceu; já não está a acontecer.
Beijo Bom :)

Manuel Damas disse...

E o que aconteceu deixa sempre cicatrizes, mágoas, desilusão...
Compreendo-a.
Um beijo enorme.

joana disse...

Ouvi muito atentamente o programa,alias como costumo fazer sempre,mas esta semana com um tema doloroso,para quem por ele passa
Traição,uma palavra tão pequena mas que destroi muitas vezes o sonho de uma vida...
É muito complicado passar por um episodio destes,e acho que quando se tenta perdoar,a relação nunca volta a ser o que era,passa a existir mais desconfiança,e há sempre um pé atrás...
Não entendo qual a necessidade que existe em trair,porque não há pior do que sentir na propria pele o peso de uma traição...
E,acho que nunca mais conseguimos voltar a ser as mesmas pessoas,é uma ferida que não sara e nos acompanha para o resto da vida,é uma magoa que teima em ficar...

Manuel Damas disse...

Olá Joana, seja bem vinda.
O tema da traição é sempre um tema doloroso, especialmente para quem por ela passa.
É o sofrer uma quase violação, que rasga e que faz baixar muito a auto-estima.É sentir que se foi roubado no mais íntimo, nos Afectos! É como sentir-se vítima de uma fraude. Mas a arte está em saber digerir e, fundamentalmente crescer, à custa, também, das más experiências.Logicamente que ficam cicatrizes profundas, mágoas enormes que o tempo se encarrega de trazer a memória nos momentos mais inocentes.Mas cresce-se e isso faz viver, já com mais sabedoria. Volte, volte sempre, Joana, será bem recebida.

Mize disse...

Mas se este foi sobre traição o próximo é sobre Fascinio. Mais do que uma palavra é emoção, sentimento, afecto, química, inteligência. Magia.


Sem graxa, com honestidade. Obrigado Professor.

Manuel Damas disse...

Obrigado, Maria José.O próximo sobre a Magia e o Fascínio nas relações tem todos os condimentos para, também ele, ser mágico!