terça-feira, 3 de abril de 2007

TABACO E AFECTOS



Faz hoje uma semana, precisamente, que deixei de fumar.
Mas deixei, mesmo, de fumar!
Nesta semana, nem uma vez peguei num cigarro...nem uma vez levei um cigarro à boca!
Não tem sido fácil, nada fácil, para não dizer que tem sido terrível, até porque não tenho, neste momento, quem me abrace num momento de crise e me faça sentir acompanhado e protegido!
E, com isto, não estou a dramatizar ou a vitimizar...apenas estou a fazer uma constatação e, quem ja fez uma desabituação tabágica sabe bem do que falo.
Ainda por cima esta desabituação tabágica tem sido acompanhada por momentos muito difíceis, em termos pessoais.
Ultrapassado este aparte, decidi oferecer a mim próprio uma prenda que, seria em simultâneo um outro teste de fogo.
Assim, decidi jantar sozinho num Centro Comercial e fui ao cinema, também sozinho.
Obviamente que tenho muitos amigos que me acompanhariam e alguns, até, com extrordinário prazer.
Mas não!
Precisei de passar mais esta prova de fogo...e venci-a!
Falta-me, ainda, conseguir jantar em casa, sozinho.
Isso, para já, é impossível até porque, continuo a ser assaltado, sem aviso prévio, por recordações do passado, que vão tendo que ser geridas.

12 comentários:

Mize disse...

Parabéns por estar a conseguir ultrapassar esses grandes obstáculos. Força, não ceda à tentação. O resultado, depois, é reconfortante. Merece a pena. Estou a pensar serimente em seguir o seu exemplo e deixar de fumar.
Tenho de me mentalizar primeiro. O seu exemplo deve, mesmo, ser seguido.

Manuel Damas disse...

Obrigado, Maria José.Mas tenho de reconhecer que não é fácil...nada fácil!Mas vou tentar conseguir.

Mar da Lua disse...

Muito meu querido: As provas são duras e, como saberás, falo de todas e não só da abstinencia tabagistica. Maldigo os 300 km que - não nos afastam - mas que nos separam no impedimento de um abraço que tenho muita, muita mesmo vontade de te dar. Força em todas as provas...

Cristina disse...

Quanto a batalha é dura a vitória é ainda mais saborosa. Sei que vai olhar para trás e vai sorrir pensando como foi dificil mas não impossível. Quanto ao jantar sózinho, passear sózinho, também é bom, todos precisamos do nosso espaço, de ficar sózinhos ... beijinhos e continuação de uma boa semana.

Manuel Damas disse...

Gosto tanto, mas tanto de ter ver por aqui, Patuchinha...
Malditos 300Km...Já tantas vezes me teria encolhido nos teus braços e deixado correr livremente as lágrimas!
Mas...
São provas brutais, violentas, que esmagam e não sei para quê...
Um beijo do tamanho do Mundo, Patuchinha!

Manuel Damas disse...

Obrigado Cristina. Preciso de reaprender a andar sozinho, a estar sozinho e a ter prazer nisso mesmo.
E isso demora tempo...Mas chego lá!

Ruy disse...

Ola Sr Manuel. Estou a ver que esta numa faze muito complicada da sua vida...
Sim é muito difícil enfrentar certas barreiras da vida sozinhos, mas pense bem que assim ñ deve nada a ninguém e que no fim disto tudo esta a sua gloriosa recompensa.
E por falar em Jantar sozinho ñ tem mesma vergonha...E ainda diz num Shopping?? Isso ñ vou perdoar ir a concorrencia isso ñ.
Ñ vou deixar escapar essa LOol...
Eu acho que esta mesmo zangado connosco?? LOol...
Parabéns e continue assim que esta a ir muito bem.
Um grande abraço porque Voçê ñ esta nada mas nada sozinho e tira isso da sua cabeça, porque ñ imagina o pessoal que esta atraz de si a apoiar.

Manuel Damas disse...

Olá Ruy...É um prazer revê-lo.
Um dia destes passo por lá, para vos acalmar a intranquilidade e provar que sou fiel aos locais que frequento.
Um grande abraço

Patrícia disse...

professor!!!!bem que ausência a minha aqui pelo seu cantinho. vejo que as coisas por esses lados continuam complicadas...saudades professor

Manuel Damas disse...

As coisas são complicadas ou somos nós que as complicamos, Patrícia?! Deixo a quem de direito o direito de decidir...

Patrícia disse...

seria uma utopia dizer que somos apenas nós quem complicamos as coisas...elas conseguem ser complicadas por elas mesmas

Manuel Damas disse...

Asrelações, os Afectos, as Pessoas...é tudo muito complexo porque está relacionadfo, directamente, com a Felicidade.