quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

AMOR ETERNO...



Contra ventos e marés há casos em que o amor é eterno!

6 comentários:

Rafael Velasquez disse...

Será que o amor é eterno, ou um enforcava o outro?

BBS: o seu blog está um pouco pesado para carregar.


Abraço.

Manuel Damas disse...

Obrigado pela visita.
Penso que em certos casos o amor consegue ser eterno.
Mas precisa de muito esforço, muita paciência, muita capcidade de diálogo, muita negociação, muito investimento, grande capacidade de afectos, enfim...gostar muito, gostar tudo, o que não implica gostar de tudo!
Quanto ao peso em carregar a dificuldade está emm escolher entre as imagens e os textos, por um lado, e as músicas por outro.
Mesmo assim, penso que agrada.
Volte sempre.

Cristina disse...

O amor pode ser eterno. Por vezes, não nos apercebemos que a pessoa que está do nosso lado é esse tal amor, e não vale só dar valor quando ele parte. A ideia é valorizar hoje para não lamentar amanhã.
Porque não, sentir hoje as saudades, pedir hoje o colo, pedir hoje o abraço, o beijo, o carinho?
Se assim fosse todos nós, seriamos agora, bem mais felizes.
... que seja eterno enquanto dure!!!...
Sempre surpreendente, professor!
Já lhe disse que o admiro imenso?

Manuel Damas disse...

Não.
Mas um elogio sabe sempre bem...
Especialmente a mim, um narcísico...mas realista!:))
Quanto ao amor...nunca deixo para amanhã aquilo que quero dizer hoje!
Assim, nunca fico com pena...

Mize disse...

O amor é enquanto o é. (penso eu ...de que...)

Manuel Damas disse...

Parece uma lapalissada, mas é a mais pura das verdades!