quarta-feira, 30 de abril de 2008

JOSEF FRITZL


Josef Fritzl...
Austríaco...
73 anos de idade...
Engenheiro na reforma...

É a "ficha técnica" do homem que fez o mundo saltar de vergonha, revolta e repulsa.

"Vícios privados, públicas virtudes"...houve quem já o dissesse...

Mas regressemos a Fritzl.
Obrigou uma filha, que violava desde os 11 anos de idade, a viver em cativeiro, a partir dos 18 anos, desde o dia 24 de Agosto de 1984 e durante 24 anos!
Engravidou a rapariga 7 vezes, tendo a primeira criança nascido em 1988.
Das 7 crianças estão vivas 6.
Obrigou 3 dos filhos-netos a permanecerem em cativeiro anos e anos. Entretanto arranjou um novo estratagema, entregando os outros de forma "anónima", deixando-os ficar para serem adoptados, à porta da mulher com quem sempre viveu.
Este caso extremo, exemplo de uma galeria de horrores, ilustra e personifica um verdadeiro desequilíbrio de poderes, exacerbado, de coisificação do outro.
Assiste-se a uma nítida alteração da típica e habitual vinculação afectiva, com perturbação dos estatutos e dos papeis como são mundialmente conhecidos e definidos.
Perverte-se, de forma doentia a estrutura familiar, habitualmente em pirâmide.
Um caso a acompanhar com atenção.

39 comentários:

Sandra T disse...

Como vai este mundo... e isto é...doença?
Nojo e medo.

LeniB disse...

Nem me atrevo a tentar perceber o que se passa na cabeça destes seres. Humanidade não é, com toda a certeza.
Bom dia do trabalhador

cristina disse...

É simplesmente inaceitável mas, atenção que não é novo e inédito em Portugal. Sou assistente social e já trabalhei com crianças que são filhas do avô. Não está tão distante dos nossos horizontes como possa eventualmente parecer. Por norma estes menores são fruto de violações de pais em relação a filhas menores e algumas das quais, embora poucas com conhecimento das próprias mães. Parabéns pelo programa e por este espaço.

macaw disse...

tlim tlim tlim, esqueça o drama por momentos e vá buscar a bike colorida ao meu planeta!

bjinhos ;)

Paulo V. Pereira disse...

Patologias no seu esplendor...

No trabalho que desenvolvo, enquanto professor de CN/Mat e Educação Especial apenas, até ao momento, não encontrei semelhante casa dos horrores. Algo que ainda me constrange e remeto-me para o início da minha carreira profissional, são as crianças violadas pelos pais em instituições que durante as férias são mandadas para casa. Tudo se repete...
Adolescentes com medo, quase sem olhar próprio e dificuldade nas interacções. Na altura era muito novo para compreender as injustiças deste mundo e... quase vomitava! Noites de dor, sem dormir.

http://paulovasco.multiply.com

Rui Manuel Costa disse...

Bem....como PSI, apenas consigo dizer que este senhor(?) padece de uma gravíssima perturbação da personalidade!
Tratem-no!
Mas a esta altura do campeonato...já não deve adiantar muito!
Preocupa-me agora a saúde mental daquela filha e daqueles filhos/netos.
Como Homem...não me apetece dizer nada! A miséria humana no seu esplendor!

diabitah disse...

Como é que se pode chamar a esse (qualquer coisa que nem encontro nome para ele) de pai? Como é possivel ver comportamentos destes entre seres humanos?...e por isso que gosto de dizer as pessoas para pensare 2 vezes antes de chamarem animal a alguem...porque até os animais já tem comportamentos mais dignos...
É por estas situações que não me canso de agradecer pelo Pai fantástico que tenho...

Bjo e um optimo feriado

Sunshine disse...

Como diz Eugénio de Andrade " É urgente o amor"
Beijinhos

Manuel Damas disse...

O incesto é uma parafilia, ou seja, um desvio do comportamento sexual, Sandra...

Manuel Damas disse...

Um beijinho grande, "lenib" e bom feriado!
:)))))))))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

Obrigado, Cristina.

Manuel Damas disse...

Já lá vou, "mac", já lá vou!

Manuel Damas disse...

Um grande ABRAÇO Paulo.

Manuel Damas disse...

A miséria humana, Rui, em todo o seu esplendor, na realidade, mas como vertentes e policromias aterradoras!

Manuel Damas disse...

Um bom feriado para si também, "diabitah"!

Manuel Damas disse...

Subscrevo inteiramente, CC!

Rui Manuel Costa disse...

Sim, professor...este esplendor, é pintado de negro!

Tá-se bem! disse...

Se é difícil imaginar essas vidas até aqui, não será mais simples imaginar a partir daqui...

É uma honra ter a sua visita, volte sempre! :)
Abraço

Cristina disse...

E há tanta parafilia por aí e por aqui, professor!!! Parafilia permissiva porque a lei tal qual está permite que continue a acontecer e as vitimas sentem-se culpadas por aquilo que lhes acontece!!! Até onde é que isto vai? Como é possível haver tanta gente cega???? Desculpe professor mas eu desviava era estas pessoas, cortando o mal pela raiz e bem lentamente para sentirem a dor que impuseram a quem acreditou no amor de um pai!!!!

Cristina Alves Toste

Olá!! disse...

Lastimável... tantas vidas perdidas ou deixadas de viver...
***

Pé Vestido disse...

Boa noite.
As coisas que eu não consigo perceber, esta situação é uma deles...a da maddie tb,mas pronto :-)

Manuel Damas disse...

Eu percebi, Rui...e não foi agradável!
Abreijos

Manuel Damas disse...

Oh "tá-se bem"! Deixe-se de modéstias homem!
Honra porquê?
Eu sou quarentão e estou a ficar gordo, desde que deixei de fumar!
Por isso...porquê a honra?
Sou um vulgar cidadão, quiça mais vulgar do que os outros!
:))))))))))))))))))))))))))))))))
Mesmo assim, obrigado pela boa recepção!
:)))))))))))))))))))))))))))
Abreijos

Manuel Damas disse...

Cristina!!!!
Meu anjo!!!!
Era a menina desde sempre?
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Quanto a "cortar o mal pela raiz"...meu anjinho...Não é possível, às luzes da lei!
Beijinhos!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

Deixadas, definitivamente de viver, "Olá!"
Beijinho

Manuel Damas disse...

A da Maddie é diferente, "pé vestido"...infelizmente bem diferente!
Um beijinho grande!

Gonçalo disse...

Foi notícia esta semana, chocou várias pessoas, mas agora 3 desafios se colocam. Estudar a patologia (sim, porque casos destes só podem ser vindos de desequilíbrios humanos e doentios) e os seus factores de risco, tratar a filha e os filhos-netos dado que a cura é impossível, e planear medidas de exigência em prol do ser humano e, neste caso, das crianças e jovens que sofrem neste momento e/ou poderão vir a sofrer.
Todos devemos ter um papel importante nesta matéria!
Um abraço e felicidades para amanhã para o seu programa:)

Cristina disse...

Acho que só aconteceu neste post aparecerem duas Cristinas. A 1ª a escrever é assistente social mas mesmo assim decidi identificar-me correctamente para saber que afinal era eu.

Beijos doces e uma óptima sexta-feira com lotação esgotada, no SAM, mais logo!!!

Cristina Alves Toste

Pearl disse...

fiquei chocada!

Mize disse...

Nem todos os casos deveriam ser tratados com a filosofia básica do «olho por olho e dente por dente», mas não consigo encontrar civilizade que justifique que esta criatura monstruosa consiga estar presa com condições que seriam consideradas um verdadeiro luxo ao cativeiro que impôs à filha e filhos-netos durante um número de anos que se torna horripilante. Não aceito que tenha as três refeições diária, não aceito que tenha janela, recreio, e junto dele plantas naturais.Em que mundo é que estamos quando concedemos privilégios a estes monstros?!
Em, nome de quê?
Eloe até está a receber tratamento psicilógico para não se suicidar. Por favor, não creio ser a única a pensar que, neste caso, o monstro devia ser emparedado vivo!

liamaral disse...

Posso parecer parva, mas nem me deu ao trabalho de perceber algo que há partida não tem qualquer explicação nem perdão!
Perdoem-me mas continuo a achar que a pena de morte, neste caso dolorosa, era facilmente e compreensivamente aplicável!

:(

lumiere disse...

desculpem mas por mais que pense este caso nao me entra no candelabro, desculpen na cabeça!
como é que alguem tem outra pessoa 20 anos escondida , ha incesto, 7 filhos e nao se dá conta de nada?
querem brincar com quem? nao brinquem meus senhores!ali ha maos alguem metido ao barulho!
pois mesmo estando preso numa cave consegue-se fazer barulho atraves das canalizações!
este mundo esta cada ves pior
metem nojo pessoas como este senhor se se lhe pode chamar isso

Manuel Damas disse...

Oh Gonçalo...muitas vidas ficam, assim, total e definitivamente destruídas!

Manuel Damas disse...

Oh Cristina T....quanta confusão isso já deu!
:))))))))))))))))))))))
Um beijinho grande.

Manuel Damas disse...

Também eu, Pearl...

Manuel Damas disse...

Zeuzinha...a "Pena de Talião" não é muito consentânea com a Modernidade...

Manuel Damas disse...

Oh lia...há momentos em que me custa ter o discurso politicamente correcto!

Manuel Damas disse...

Oh lumiere...eu acho muito estranha a inocência da mãe-esposa-avó...
Muito estranha!

kimikkal disse...

Off-topic: tentei encontrar (sem sucesso) no seu blogue um contacto de email, pois gostaria que me aconselhasse num certo assunto.

Tenho alguma urgência neste assunto, pelo que lhe peço que me contacte assim que puder.

O meu contacto é: jcpontes@vodafone.pt

Obrigado.