sábado, 26 de abril de 2008

"SEXUALIDADES, AFECTOS E MÁSCARAS"-31ª emissão


Daqui a 30 minutos, especificamente às 0.30, irá para o ar mais uma emissão, a 31ª do "Sexualidades, Afectos e Máscaras", na Porto Canal.
O único espaço em televisão, em Portugal que, em 2008, em directo, aborda as Sexualidades e os Afectos mas, e também, as Máscaras, ainda tão em voga.
Desta vez o tema será "O 25 de Abril e as Sexualidades".
O impulso que a Revolução dos Cravos proporcionou a uma reforma de mentalidades que se impunha.
O protagonismo que os Afectos passaram a ter, legitimamente, na sociedade portuguesa.
A verdadeira reforma de mentalidades a que se tem vindo a assistir.
Mas também, e de forma assumida, o muito que há, ainda, por e para fazer.
Apareça...e participe.

10 comentários:

Lisa's mau feitio disse...

Caro Professor do meu coração!! Ah, pois é!!

Tal como ONTEM lhe disse (bem como à Drª Mª José), eu não era crescida no 25 de Abril Mas sei relatos dele e estudo-o!
No entanto, não creio que haja relação entre o 25 de Abril e as sexualidades.
Eu não mudaria a minha forma de amar do dia 24 de Abril para o dia 26 de Abril, só pq houve um 25 pelo meio.
Parece-me que a "revolução" das sexualidades não passou por aí. Passa, antes, por um mudança de mentalidades, até decorrente de acontecimentos sociais anteriores. Não pelo 25 de Abril.
Mesmo teno concordado comigo (o que foi muito bonito!! ehehe), acrescentou depois que na altura a mulher não tinha direito ao "gemido" no amor, ao prazer... tinha sim. Com toda a certeza. O 25 de Abril foi uma revolução de outra dimensão... Não passou por aí, digo eu. Vá. Pelo menos, de tudo o que ouço dizer, leio ou estudo, o 25 de Abril abrangeu mudanças noutro âmbito, como já em cima referi.
Os "gemidos" antes e pós 25 de Abril foram, com toda a certeza os mesmos. Foram os de ontem. Os de hoje. Tudo depende das pessoas. Se hoje há mais abertura de expressão quanto aos prazeres, afectos, sexualidades... Na época também os haveria...
Agora, se me disser que passou a haver mais liberdade de expressão exterior quanto aos prazeres e sexualidades... Aí, remeto-me a uns minutos pensantes e talvez concorde.
Hoje eu direi a uma amiga que tenho imenso prazer sexual com o meu perceiro.
Naquela época talvez não o dissesse. Mas que o teria entre paredes, ai isso teria, com toda a certeza.
Mas por este prisma, já as coisas são diferentes. 25 de Abril como forma de dissipar algumas máscaras exteriores, sim!
Jamais como mudança, liberdade ou democracia entre seres que se amam e se sentem bem sexualmente um com o outro!
A mudança nas sexualidades, a democracia sexual decorreu da evolução de mentalidades e pela vulgarização dos métodos anti-concepcionais. É a minha óptica!

Olhe... Isto sou eu a dizer!

Foi a primeira vez que assisti ao programa! Gostei imenso. Apenas penso que o tema acabou por não ser explorado como poderia ter sido feito na medida em que recebem telefonemas que se desviam do domínio que vocês visam abranger. E claro, acabam por ter de responder a quem telefona.
Fez-me lembrar esta coisa dos blogs. Blogamos sobre um assunto e respondem-nos com beijinhos... Ficamos satisfeitos com o mimo, mas em pouco ou mesmo nada enriquecidos quanto ao que tb gostariamos de ver partilhado pelas pessoas que nos visitam.
é um pau de dois bicos isto de falar para mais do que uma pessoa!

Adorei ter participado mesmo! Tentei ser o mais directa possível, tanto que acabei por me esquecer de lhe enviar um beijinho da nossa Olázinha, que me cedeu o sofá dela para poder estar consigo mais uma vez!

Obrigada!

:)

Mil beijinhos e saudades!

Olá!! disse...

A Lisa também se esqueceu de dizer que fui eu que fiz a chamada hahaha
É verdade, acho que 25 de Abril tem tanto a ver com sexualidades como com "women Lib"...
O 25 de Abril mexeu com muita coisa, incluindo os sentimentos de muita gente, levantou muitas máscaras, baixou outras, mas na intimidade as coisas continuaram iguais...
Ó Lisa desculpa mas desta vez vou ter de concordar contigo hahahaha
Beijosssssssssssssss

Manuel Damas disse...

Obrigado, Lisa.Eu tive quase a certeza que era a menina mas não tive espaço para, em directo, o perguntar.
Ainda bem que a "Olá" cedeu espaço e permitiu que a menina me visse na TV, no meu total esplendor!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Quanto ao que reafirma, continuo a discordar.
Eu não digo que o 25 de Abril trouxe liberdade para vivenciar o prazer. Digo que trouxe espaço para a mulher assumir o seu direito ao prazer.
Acredito que no seu caso a menina tanto tivesse um orgasmo a 24, a 25 ou a 26, mas essa não é a maioria.
Cm Abril a mulher abriu a janela do prazer e acima de tudo, o direito a exigi-lo e a saboreá-lo!
É mais por aí que vou!
Logicamente que muito ficou por dizer e precisamente por isso é que o tema vai ter uma segunda emissão!
Beijinhos

Manuel Damas disse...

As meninas aproveitaram o 25 de abril e decidiram exigir o direito a discordar de mim????????????????
:)))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Fala-se mais...
Informa-se mais...
"Orgasmiza-se" mais, melhor e de forma mais assumida!
Dahhhhhhhhhhhhhhhhh
:D

@ηη@ ♥ disse...

vim so kuskar os protestos da lisa visto que programa nem desconfio como foi!

mas agora ja fiquei a saber ao menos o tema

beijos a todos

Manuel Damas disse...

Eu não acredito que em França não haja tv por satélite, @nn@!
O meu irmão vê o programa no Brasil!
:P

Casemiro dos Plásticos disse...

Eu gostei imenso do programa de ontem, parabéns professor.
abraço e bom fim de semana como inicio de semana.

Manuel Damas disse...

Obrigado "Casemiro". Um grande abraço e bom fim de semana!

Rui Manuel Costa disse...

Olá caro Professor!
Descobri este seu espaço hoje, e o seu programa à uns dias atrás!
Felicito-o por trazer à antena um programa deste tipo! Como sabe, "coisas" destas nunca são demais!
Agradou-me sobremaneira a sua forma de comunicar. E aprecio o seu cuidado em utilizar uma linguagem acessível a toda a gente. Apesar de ter alguma formação na área da sexologia clínica, é com muito prazer que o escuto, e aprendo consigo.
Um grande bem haja...e se me permite...um abraço!
Rui

Manuel Damas disse...

Um grande abraço Rui e volte sempre.
Será bem recebido.