quarta-feira, 30 de abril de 2008

PSD



Vai sendo altura de eu dizer alguma coisa sobre a situação do PSD, nomeadamente em termos de candidatos.
Porque...
Porque sou português.
Porque me preocupo com a situação de um dos dois maiores projectos políticos em Portugal
Porque sou militante do PSD há 25 anos.

Assisti atento a todos os detalhes da apresentação da candidatura de Manuela Ferreira Leite...
Li, depois, com atenção o discurso proferido...

" Não esperem de mim um campanha com espectáculo que não sei fazer!"

(Defendendo, sempre, uma postura frugal, seráfica, asséptica. Pergunto o que fará em campanha eleitoral nacional quando necessário fôr ir para o meio do povo comer a febra e a sardinha assada?)

"Não esperem de mim o uso de grandes meios de que, de resto, não disponho, nem penso serem desejáveis!"

(Um toque, subliminar a uma suposta "frugalidade financeira"!)

" O facto de se constatar que perdemos a credibilidade..."

(Um nítido ataque às lideranças anteriores, evidenciando um claro distanciamento. Esquecer-se-à MFL que foi Presidente da Mesa do Congresso do PSD durante o mandato de LFM e a convite deste?)

"Incomoda-me e muito a falta de respeito com que começam a tratar-nos..."

(Numa chamada de atenção ao PSD de outrora, que teve Sá Carneiro, que ganhou maiorias com Cavaco...)

"Um maior descrédito nas eleições legislativas poderá ter um efeito de contágio nas eleições autárquicas!"

( Perdendo o ar senatorial, austero, quase maternal, passa a adoptar a teoria do "Depois de mim o caos!")

Mas nesta apresentação de candidatura nada esteve ao acaso...
A presença de muitas figuras conhecidas, lado a lado com o povo, intuindo um toque à "união das armas!"
Não por acaso é deixado cair aos jornalistas que, na sala, se encontrava presente um irmão de Maria Cavaco Silva. Para um Presidente da República que se diz distante deste tipo de intrigas, lutas e quezílias partidárias, este toque subliminar dá um desagradável sabor avinagrado à questão!
Por outro lado quase assusta o ar austero e seráfico...
A terminar, uma chamada de atenção para o pormenor maquivélico de terem colocado MFL a discursar em frente de uma janela, iluminando-a por trás como se...surgisse, com ela, uma luz ao fundo do túnel!
Estou sinceramente convencido que MFL pode vir a ganhar esta eleição e até que poderá vir a ser um bom lider para o PSD. Não ganhará, contudo, com o meu voto!

19 comentários:

Ricardo disse...

Estou tão tentado, mas mesmo muito tentado a escrever uma carta de socorro ao Alberto João Jardim.

Para mim, esse seria o verdadeiro lider. E um primeiro ministro para suprir a falta de tomates (desculpe a expressão) que este país atravessa.

Mas como dizia o meu amigo Jack (o estripador): "Vamos por partes".

1) Tem obra feita (mal ou bem a Madeira está bem melhor).

2) Tem dezenas de anos de experiência de como governar um pequeno país (a Madeira é quase isso)

3) É um homem prático

4) Não me parece que esteja envolvido com qualquer tipo de compadrios ou manobras mais escuras.

5) É frontal.

6) Acradito que com ele à frente do país, o PSD possa ganhar eleições consecutivas, tal como ele próprio ganhou na Madeira.

vsuzano disse...

politica ??? politiquices ??? nem comento...


deixo só um abraço e bom feriado e bom fim de semana

Manuel Damas disse...

Oh Ricardo...parece-me uma solução complicada.
Acho Alberto João demasiado informal para meu gosto.Mas que assustava muita gente de fora e do PSD também lá isso...

Manuel Damas disse...

O Homem é um animal político, Vsuzano...
Um abraço
Manuel Damas

bisturi disse...

Amigo Damas...vocês do PPD estão sempre à espera do D. Sebastião !!!
Proponho que convidei para vosso chefe alguém que até não seja filiado no vosso partido...não se ria porque isto já aconteceu...sabia que o Emidio Guerreiro não era filiado no PPD ? Já sabia da história, mas ela foi-me contada de viva voz pelo próprio quando esteve cá internado no ano passado e depois havia de falecer... Homem sábio...Aliás ele até me ofereceu 2 livros, aliás um discurso dele na assembleia da república e um livro biográfico...Só lamento que ele na altura não tenha conseguido autografá-lo por debilidade fisica ...e porque faleceu no dia em que tinhamos combinado que ele iria tentar fazê-lo...
Continuação de bom dia

Pearl disse...

LOLOL
Tenho acompanhado "de longe" os possíveis sucessores da oposição...
A única coisa que se me oferece dizer é que a memória dos portugueses é muito curta...
Mas acredito que a MFL esteja melhor posicionada para fazer uma melhor oposição e eventualemnte ocupar o lugar de topo no executivo português...
quem sabe...

Manuel Damas disse...

O PSD é uma "manta de retalhos", meu caro "bisturi", como dizia o embaixador José Augusto Seabra.

Manuel Damas disse...

A ver vamos, "Pearl"...
Seja bem revinda!
:))))))))))))))))))))))))))))))))

cristina disse...

Eu fico deveras preocupada quando alguém considera que o Dr. Alberto João Jardim possa assumir um cargo de tamanha importância no PSD. Trata-se de alguém sem o mínimo de educação, provocador, ditador, algo que não gostava de ver... Apesar de não ser partidária de Manuela Ferreira Leite, considero-a alguém com muito nível e que no seu discurso soube distinguir-se pela marca da diferença.
Quanto ao facto de um irmão de Maria Cavaco Silva se encontrar no local, não me causa qualquer confusão. Temos de saber distinguir as coisas. Não terá este senhor o direito de ser cidadão e usufruir dos seus direitos de cidadania de uma forma livre? O que é que ele tem a ver com a irmã?
Um abraço

Ricardo disse...

Cara Cristina,

Quem é mais mal educado? Aquele que o é no vocabulário ou aquele que o é nas atitudes?

Eu prefiro que me chamem de filho da p... na cara, do que me espetem facadinhas nas costas com um sorrisinho nos lábios.

Eu gosto de pessoas transparentes. Acho inclusivé que o país precisa de uma mão dura. O país não precisa de bofetadas de luva branca, precisa de bofetadas sem luva mesmo.

Está na altura de mudar. Não de oscilar entre o mau e o medíocre.

Acredito profundamente que o AJJ seria a pessoa ideal nos tempos em que vivemos.

Gosto da sua atitude perto do povo. Gosto do indicador levantado. Gosto do seu autioritarismo.

Acho que nos dias de hoje, e a partir do 25 de Abril, se começou a confundir liberdade com libertinagem. Está na altura de ensinar o povo a entender que embora parecidas, o significado destas duas palavras tem um sentido completamente diferente.

Manuel Damas disse...

Oh Cristina...a vida não é toda azul ou cor de rosa!
Há "nuances" que, de inocente nada têm!

Manuel Damas disse...

Esse é um caminho perigoso e complicado, Ricardo, apesar de eu concordar inteiramente consigo!

cristina disse...

É verdade que nos dias de hoje se confunde liberdade com libertinagem, mas não concordo com posturas extremistas. Daqui a pouco estamos a dizer: "volta Salazar que estás perdoado".

Face aos acontecimentos ddo dia à dia costumo ter uma visão ampla, embora considere que cada vez mais as pessoas sejam menos inocentos na sua passagem pelo "palco da vida".

Continuo a considerar que o facto do irmão da nossa primeira Dama apoiar Manuela Ferreira Leite, seja passível de uma visão mais abrangente pelo que uma coisa nada tem a ver com a outra.

Um abraço para todos vós

Olá!! disse...

O Salazar não volta que está morto, tal e qual como o Marquês de Pombal... mas também com estes governantes estamos a ir longe... Nem sei , às tantas uma ditadura assumida seria mais eficaz do que esta dissimulada que vivemos....

Manuel Damas disse...

Cristina...eu sou militante do PSD há 25 anos...
O meu avô foi Presidente de Cãmara pelo PSD.
A minha mãe foi Deputada pelo PSD.
Eu fui Conselheiro Distrital pelo PSD.
Sei, tão bem,o que a casa gasta!!!!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Mas todos os partidos políticos em Portugal são assim!
Beijitos e ainda bem que se manteve por aqui!
:))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

"Olazinha"...o Ricardo dizia há pouco que "se começou a confundir liberdade com libertinagem"!
E eu...eu acabo por ter que concordar!
Beijitos, muitos!
:))))))))))))))))))))))))))))))))

Gonçalo disse...

À atenção de militantes do PSD:

Miguel Sousa Tavares hoje na TVI colocou a forte possibilidade de extinção do PSD, e esta fragmentação do partido é talvez um sinal dessa extinção, o que para mim não me incomoda porque não me revejo na política social-democrata.

Entre este rol imenso de candidatos, Manuela Ferreira Leite é a favorita, mas continuará a ser uma líder do passado que não inspirará a confiança dos portugueses na possível mudança, se é que essa mudança é viável neste momento...

Compreendo portanto a sua recusa Ferreirista, e ficarei atento ao seu sentido de voto nos próximos capítulos, mais que não seja para contra-argumentar:)

Um abraço!

Manuel Damas disse...

O meu sentido de voto, Gonçalo, sente-se envergonhadamente desanimado...

Frequência Jovem disse...

Ricardo,

segundo sondagens recentes, Alberto João Jardim seria o candidato (comparativamente a Manuela Ferreira Leite, a Santana Lopes e a Passos Coelho) com MENOR número de votos! Afina, ainda há bom-senso...