sexta-feira, 16 de março de 2007

BENTO XVI



Bento XVI produziu mais um documento, "Sacramentum Caritatis"( O Sacramento da Caridade) e, mais uma vez, surpreendeu pela negativa...
Mais missa em latim.
Sobriedade para os católicos.
Canto gregoriano.
Celibato para os padres.
Indissolubilidade do casamento.
Impossibilidade dos divorciados recasados comungarem.
Oposição total ao aborto e à eutanásia.( " a vida é um valor não negociável").
A família fundada sobre o matrimónio entre um homem e uma mulher.
Estes são alguns dos pontos repisados por Bento XVI.
Ou seja...a Igreja Católica a fechar-se cada vez mais sobre si própria...a impor a coloração a preto e branco, apenas e em exclusividade...
Autofagia???

4 comentários:

Mize disse...

Ora aqui está o que a Igreja precisava! Um Papa cinco estrelas. E já agora o regresso da caça às bruxas, a restauração da inquisição, a presseguição aos «infieis», a proibição das mulheres chegarem ao pé dos altares, a obrigatoriedade da confirmação da virgindade feminina antes do matrimónio, o pagamento da dízima ao clero, a ressureição das bulas, o terror imposto às crianças com os fantasmas demoníacos, enfim...Sou crente em DEUS e tenho minha Fé. Mais do que ficar envergonhada com esta Igreja caduca e falsa, fico preocupada com o regresso deste tipo de velhas regras. As coisas não são inocentes. Não foi assim há tantos anos como isso que a Igreja partilhava o poder político nos países católicos. Por vezes o desespero da cada vez pior qualidade de vida e a falta de opções políticas, no actual panorama, pode dar abertura a aberrações perigosas. Atenção!

tb disse...

Aqui está um tema do qual tenho alguma dificuldade em falar. Só de olhar para o personagem sinto arrepios e não é de satisfação.
As forças que se mexem no "subsolo" da sociedade e que não são por acaso, tornam-me apreensiva.
Deus... esse nada tem a ver com tudo isto.
Abraço e bom final de semana

Manuel Damas disse...

Pois...é precisamente isso que me preocupa,Maria José...é este movimento estranho do "fechar-se sobre si próprio", precisamente num momento em que a sociedade mundial assiste a um activo refrescamento em termos de posturas!
Não quero saber qual será o verdadeiro processo de intenções.Mas preocupa-me e quiça assusta-me...

Manuel Damas disse...

Isto não é uma questão de fé, tb...Isto é uma questão que se dirige mais para o lado escuro da vida mundial...