quarta-feira, 14 de março de 2007

OBRIGADO!

A todos aqueles que têm feito questão de estar comigo...

10 comentários:

Cristina disse...

Não se agradece a amizade, não se agradece a preocupação, não se agradecem os afectos. Estão porque estão consigo, estão porque querem estar consigo.
Estou alerta! Quero vê-lo sorrir!
Muitos beijinhos doces

Manuel Damas disse...

Eu sei que os afectos não se agradecem, Cristina...mas reconhecem-se.E eu nunca esqueço!
Quanto ao sorriso, ele vem, até com alguma facilidade...Mas, não é sentido.Esse, vai demorar muito a vir...E então o de felicidade...esse...

Pedro disse...

A minha vida não é feita pelo que trago nos bolsos, mas pelo que carrego na alma. E é na alma que vivem os meus amigos e lá ficarão para sempre, à distância de uma carta e no segredo do abraço que me seca as lágrimas e me faz acreditar que continua a ser possível, num outro dia, viver e minha felicidade!

Maria Manuel disse...

Pois eu cá não aceito o seu obrigado.
Cheguei aqui sem bater à porta nem tão pouco fui convidada … e pronto cai na desgraça, tornou-se um vício. Cá venho várias vezes ao dia na esperança de encontrar novas músicas agradáveis à Alma e post interessantes….
Pelo vício não posso aceitar o Obrigada…

Mize disse...

Obrigado? Obrigado?
De nada...tou a brincar. Então, toca a levantar esse astral. E para isso nada melhor do que umas boas garhgalhadas, ver um filme que nos faz viajar para a fantasia, tipo a Idade do Gelo, beber uns copos com os amigos, conhecer novas pessoas, correr na praia, ler o livro da Carolina, enfim...SEXO, muito, e depois chega-se à conclusão que tudo vale a pena, até as lágrimas de dor.

Acho que o posso chamar de AMIGO. Então? Olhe para o espelho. É giro, é charmoso, inteligente, independente, tens uns filhos que são de certeza absoluta o máximo, uma mãe cinco estrelas, etc..etc...então? Uma relação acaba, mas o professor continua, de pé, como as árvores. Uma paixão é boa, duas...melhor, três...do melhor...há sempre alguém á espera para dizer que nos AMA.
Professor. 48 horas de sofrimento, de clausura, de solidão, de mágoa, é o tempo justo. Pense que como diz o slogan "se eu não gostar de mim...quem gostará?"

Manuel Damas disse...

Obrigado Pedro.Obrigado por seres quem és, obrigado por estares presente.Obrigado por nos termos revisto.

Manuel Damas disse...

Lamento maria manuel...Mas se entrou, gostou e ficou...também por si sou responsavel, tambem a si tenho de agradecer o estar...e gostar de estar.

Manuel Damas disse...

Já nao chorava háa 12 horas,Maria José...Por sua causa voltei a chorar de novo.Obrigado.

tb disse...

Natureza viva

Espraio o olhar pela superfície espelhada das águas e fico admirando o dançar dos flamingos reflectindo como cristais rosa nas águas, na dança da procura dos alimentos.
Hoje as sombras, são contraste onde tudo é realçado...
Ao lado numa escala de sobe e desce está toda a matiz de cores de penas e esvoaçares diferentes....
Os diversos piares são cânticos de alegria e prazer, de alegria de viver, à natureza pródiga...
Mais abaixo as águas espraiam tranquilamente a sua maré vazante, escutando, olhando e seguindo o seu próprio caminho!...

A natureza ensina-nos a olhar. Gostaria que aceitasse este pequeno apontamento que escrevi num dia em que também eu sentia a dor da perda. Como uma espécie de retribuição. :)
Abraço

Manuel Damas disse...

Tb...obrigado pelo apontamento que adorei.
Um beijo