quinta-feira, 8 de março de 2007

PETIT-PRINCE



"Amar uma flor que só há um exemplar em milhões e milhões de estrelas basta para uma pessoa se sentir feliz quando olha para o céu." in "O Principezinho" de Antoine de Saint-Exupéry

6 comentários:

Mize disse...

Todos temos uma missão, andamos cá alicerçados em objectivos, mas nada, mesmo nada acontece sem aquele sentimento de seu nome AMOR. Esta nobre capacidade pode assustar. O mistério é encontrar a solução de se lidar com o Amor. Creio que o Homem vai ser capaz deencontrar essa sabedoria, por isso o mundo ainda tem esperança.

Laurentina disse...

Pois é o Principezinho...tem muito que se lhe diga!!
Dei uma vista de olhos no seu cantinho ...gostei e voltarei mais vezes .
Bom fim de semana .
Beijão grande

Manuel Damas disse...

O Mundo ainda tem esperança, Maria José, porque é habitado por Homens...e assim, haverá sempre esperança.

Manuel Damas disse...

Laurentina, volte sempre.É um cantinho onde se conversa, sem ambiguidades, sobre afectos.Não tem tido nos ultimos dias demasiadas actualizações porque me encontro a fechar um "outro livro".Mas, sobreviverei e assim, crescerá o blog.
Um beijo enorme

Cristina disse...

Sempre que necessito leio le "petit-prince"!
Se lhe disser que foi o primeiro, livro á séria, que dei ao meu filho, isso diz-lhe alguma coisa?

Manuel Damas disse...

Se eu lhe disser, Cristina, que o Principezinho deve ser o livro que mais vezes li e reli na minha vida isso diz-lhe alguma coisa? :)))