quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

BEIJOS PARA TODOS!


Sempre dei beijos ao meu Pai...
Tenho pena, agora, de não ter dado muitos mais.
Sempre dei beijos ao meu Irmão...
Sempre dei beijos aos meus Filhos...
Sempre dei beijos aos meus Tios e Primos...
Porque é que não posso dar beijos aos meus Amigos quando, relativamente a alguns deles, o Afecto que nos une é muito maior do que em relação a alguns dos meus familiares?
Por um suposto pudor que a Sociedade e a Cultura perpetuaram?
Mas porque razão?
Por um falso estereótipo que diz que homens, entre si, não podem dar beijos?
Mas não estamos a falar de beijos na boca, de filme, de língua, vulgo "linguado", como dizem os franceses, sinónimo de desejo.
Não é desse tipo de beijos que falo!
Estamos a falar de beijos com Afecto!
Há estereótipos que urge serem destruídos!
Se eu posso dar beijos na cara a mulheres, sem ter receio de ser mal interpretado, porque raio é que não posso, se me apetecer, fazer o mesmo a um homem?
Quem o decidiu?
Com que poder?
Com que sentido pecaminoso?
Pois!
Lamento...
Acho que chegou o momento de eu, uma vez mais, encetar uma nova guerra.
Sim, porque isto de trabalhar em Sexualidades e Afectos não é fácil nem pacífico!
Assim sendo...
A partir de hoje, todo e qualquer "post" a que responda terminará, independentemente do sexo, com um beijo...
A intenção não será ofender ou magoar alguém...a intenção será única e exclusivamente, fazer pedagogia.
Compreendo quem possa vir a sentir-se ofendido, ameaçado ou invadido...está no seu direito.
Creia, no entanto, que a intenção não é essa e, se assim se sentir, antecipadamente peço desculpa...
Mas nada mudará na minha intenção.
Este "blog" é e continuará a ser, sempre, um espaço aberto, livre, onde entra quem quer.
Volto a afirmar...a intenção é meramente pedagógica e pelo direito à indiferença.
Afectos...SIM!
Afectos...SEMPRE!
Única e exclusivamente pelos Afectos em si e não por aqueles que a Sociedade e a Cultura estipularam que seriam os politicamente correctos.
Não é essa a minha função.
Não é esse o meu estilo de funcionamento.
Não é assim que eu sou!
Não é assim que serei!
Por isso...
Beijos para todos!

45 comentários:

Ricardo disse...

E não é um Afecto um abraço, um estender de mão?

Chame-me o que quiser, mas não me sinto bem beijar outro homem na cara... para não falar do resto.

Há coisas de que não sou capaz.

Ricardo disse...

Ó Professor, a Sociedade e a Cultura (e a Lei também) estipulou também a monogamia.

Porque não casar com 2 ou mais mulheres? Não é possivel amar mais que uma?

Não me parece que o caso tenha a ver só com Cultura... não será também genético?

(Gostei do tema... controverso como gosta)

Blue Velvet disse...

Inda bem que sou menina...
Hehe!
Tem toda a razão.
Aliás essa história dos homens não se cumprimentarem de beijo é uma questão cultural, porque se não quiseremos ir para os àrabes que andam um bocado mal vistos, veja-se os povos de leste, por exemplo.
É afecto sim senhora, mas espere pela pancada.
De qualquer forma, se eles não quiserem os seus beijos é porque não percebem nada de afecto, e os que sobrarem eu venho cá buscar.
hehehehe
A propósito: beijinhos

Ah! É AMANHÃ!!!!

macaw disse...

beijos, beijos, beijos!

sim, acho que as pessoas deviam sentir-se à vontade para beijar quem gostam! Mas, confesso que estou a pensar nos homossexuais e nas lésbicas! Eles sim deveriam ter mais liberdade e não sentir vergonha de demonstrar carinho pelos amantes, onde quer que seja com beijos ou abraços ou beijos e abraços! Quanto mais penso nisto, mais absurdo eu acho que certas pessoas se achem no direito de limitar a liberdade dos outros, quando não estão a fazer absolutamente nada de mal!

Manuel Damas disse...

Oh Ricardo...
Mas um beijo,na cara, dado com Afecto, pode não significar desejo, sexo, promiscuidade, pecado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Qual é a diferença entre um beijo dado na cara a um irmão ou a um grande amigo?
São ambos beijos...são ambos homens!
Desculpe mas não posso concordar consigo, de modo algum!
E a minha campanha vai em frente.
Começa aqui, para já!
Depois...
Sky is the limit!
BJ.

Manuel Damas disse...

Continuarei a despedir-me de todos, com um beijo!
Está decidido!
E em teimosia...ninguém me bate!
É amanhã sim senhora...E recomendo a audição do programa!
Vou bater forte e feio!
:))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

"Mac"...
Olhe o estereotipo,meu anjo...
"demonstrar carinho pelos amantes"...
Pelos amantes?!
Porquê amantes!?
A palavra namorados é assim tão pesada para pessoas do mesmo sexo?
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Estou a provocar, obviamente!
Bj

macaw disse...

foi o que me saiu de momento, tá?!!

mas olhe que a escolha não foi má! transpira intensidade! a escolha das palavras também é importante para fazer passar a mensagem! e porquê namorados? e porque não amantes? não se amam? então só pode ser amantes! porquê esse medo de usar a palavra?!!!

hehehe

amantes sim... até ao fim! gosto de viver intensamente! :)

bjinhos

macaw disse...

e já agora leia o meu post de hoje que é nem mais nem menos "e é amar-te assim perdidamente" e oiça com atenção outra versao do poema da Florbela! Liiiiiiiiiiiiiiiiiindo!!!

Manuel Damas disse...

Eu acho namorado mais forte do que amante!
No sentido sócio-cultural da questão!
A sociedade aos amantes antevê...Aos namorados tem que os aceitar.
Mas aceito a sua opção!
Bj

macaw disse...

por acaso estava a falar pessoalmente! quanto a questão sócio-cultural, acho que as pessoas estão-se mesmo nas tintas se chama namorado ou amante! o que não querem é cá "poucas verginhas", percebe?! claro que percebe bem! as pessoas não querem é que os homos e as les se manifestem, desde que permaneçam lá no closet, tudo bem! agora se insistem muito em mostrar quem são, são logo condenados à morte! e quantos já morreram só por serem diferentes! :S

Manuel Damas disse...

Eu sei, "mac"...creia que sei!
Um beijinho grande,aí para "bournemouth"!
:)))

Maria Manuela (M&M) disse...

Eu, não sendo uma mulher de afectos fáceis, até gosto de beijos...Desde que não me lambuzem a cara e não me agarrem (detesto que me agarrem...).

Por isso vai daqui um grande beijo

FM disse...

Ohh Professor, quer lançar a campanha do beijinho? (risos)
Depois não reclame das "bocas" (dupla interpretação)...
Abraço, sou mais de abraços... no masculino, logicamente.

Manuel Damas disse...

Um beijo para si, também, Manuela.

Manuel Damas disse...

Ora viva o meu querido amigo francisco.
Como seria de esperar, este meu amigo todo modernaço seria, como previ um dos grandes opositor da campanha do beijo.
Calma francisco.
São beijos virtuais.
Ou seja...são apenas nos posts...
Escusa de ficar já todo temeroso e agressivo.
De qualquer modo, copiando propositadamente a sua frase...
Beijo, sou mais de beijos...no masculino, logicamente.
E agora, hem???
Vou ficar sem resposta...
Ou vou receber tão só e apenas uma resposta politicamente correcta?!
Oh Francisco...são apenas bjs virtuais, homem, nos posts!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Olhe...
Mesmo assim
Bj

Cristina disse...

Se elas podem cumprimentar com um beijo homens e mulheres porque fica mal eles fazerem o mesmo?

Entro na mesma campanha professor. Sabe que não será fácil convencer alguns não é?

Bom SAM para mais logo. Beijo bom! Bjux

Ricardo disse...

Da mesma maneira que sente indiferença quando beija na cara um homem amigo, permita-me que não sinta a mesma indiferença!!!

Não me sinto bem em fazê-lo... nem tão pouco me vejo a fazê-lo!!!

E não vou fazê-lo porque está no meu direito não o fazer!!!

Um bacalhau para si Professor!!!!

Blue Velvet disse...

O que é um palavrão?
Palavrão, é um vocábulo ofensivo, rude, obsceno, agressivo ou imoral sob o ponto-de-vista de algumas religiões ou estilos de vida.
Esta definição basta para perceber que uma palavra se transforma num palavrão, dependendo do País ( bicha no Brasil/maricas em Portugal), do contexto, da entoação e sobretudo da INTENÇÃO.
Os próprios Tribunais Superiores decidem dos Recursos em função da intenção.
Em zonas rurais, já aceitaram que filho de um cão não fosse ofensa.
Para mim também não é por causa do cão:):):)
O que faz de uma palavra um palavrão?Amante é das palavras mais bonitas, significa "aquele que ama", e no entanto, todos sabemos que é usada com significado pejorativo!
Choses...

A intenção com que é dita é na maior partes dos casos o mais importante. Mas, em minha opinião há umas que não há volta a dar. Só mesmo em ocasiões muito especiais ( no sexo, por exemplo)deixam de o ser.
Palavrões são todos e apenas os pré-definidos ou, por vezes, conseguimos proferir simples e normais palavras que, num determinado contexto e com um tom específico conseguem adquirir a conotação e o peso de um palavrão?
Não são só os pré-definidos. Esses e todas as palavras que são ditas com a INTENÇÃO de ofender.
Ex:Uma mula é um bicho adorável. És uma mula ( teimosa ) se dito em tom jocoso não chega a ser uma ofensa. Aquela gaja é uma mula ( pega ) é uma ofensa.
Será possível que um palavrão se torne uma carícia...ou será o palavrão sempre e em que contexto for, perjorativo?
Pode tornar-se uma carícia. Olá, se pode! ( não me estou a meter com a Olázinha :):):)
Será verdade que o palavrão, usado no sexo feminino, adquire um outro peso mais insultuoso?

Ó Professor, não entendi bem esta. Quer dizer o quê? Se um mesmo palavrão fica pior na boca de uma mulher? Se era essa a questão, indubitavelmente, em minha opinião, sim.
Fui educada num colégio e num ambiente familiar em que nunca ouvi palavrões.
Não os uso e não gosto de os ouvir, no entanto há certas pessoas que têm o condão de dizer os maiores palavrões do mundo com uma graça que na boca delas quase deixa de ser palavrão.
Talvez me saiba explicar porquê que penso assim.
Porque será que tenho a impressão que todo este inquérito vai parar ao sexo???

E veja se pára de nos dar trabalhos de casa...
Beijinhos

ebrexock disse...

Os russos abraçam-se com força e beijam-se, o que ocorre também entre gregos, turcos e marroquinos mas com menos frequência.

No resto do planeta, o beijo entre homens não é bem visto (talvez esse resto esteja errado), mas homens e mulheres trocam beijos com muita naturalidade também na França e na Itália.

Nos outros países latinos, isso também acontece bastante, só que com um beijo simulado, no ar. Entre mulheres, o beijo é mais comum, não só entre as latinas como no Leste Europeu. No Oriente, o beijo é um acto muito íntimo, jamais realizado em público.

Para mim , beijo a familia e todas as mulheres no entanto e como sinto alguma "carencia" no ar mando um grande kiss aki po Blog

FM disse...

Caro Professor, qual politicamente correcto ou incorrecto... Cada um dá o que quer e recebe o que quer... (risos)
Por acaso até tenho amigos que gostam de me cumprimentar com beijos na face, não me caiu nada por isso...
Como vê...
Obrigado pelo Prémio, ando sem tempo mas vou leva-lo para o meu canto... com prazer, como sempre.
Tenho notado a sua falta de comentários "há semanas" nos meus singelos Blogues... Sei que não são ao seu "estilo" mas é o que tenho... (risos)

Statler disse...

Esta conversa do beijo despertou-me a atenção para o meu comportamento no momento do cumprimento.

Não sou da opinião que se deva dar muita atenção ao instante em que as pessoas se cruzam e ao que daí advém. Ao olharmos para o cumprimento deixamos de ser naturais e apenas passamos a seguir regras. Não cumprimento todas as mulheres da mesma forma, como não o faço também com os homens.

Apetece-me dizer que, os afectos não se vêm ou encontram no toque, seja ele de que forma for.

Os comportamentos, sejam eles de que género forem, por passarem a ser vulgares não têm que ser praticados pelos demais. Permito-me fazer aquilo que quero!!

Despeço-me da mesma forma de sempre, ausência de qualquer sinal de despedida.

(Um beijo entre tantos deixa de ser beijo.)
_____________
Off de record

Costuma-se dizer que só doi a primeira vez, a mim nem essa doeu, por isso, logo se mo permitirem, o Manuel terá todo o gosto em facultar ao Manuel a possibilidade de me escutar. Sei que teremos, como sempre, enorme prazer nisso.

Statler disse...

Agora é que me lembrei que ainda não tomei a medicação!!!

Oh fucking fucking fucking

Mar da Lua disse...

Amorzito...olha....qdizer que confusão é esta dos beijos e dos alunos a antes querem abraços? hein?? Olha, não tenho tido tempo para nada mas vou no próximo (não amanhã) fim de semana à tua terrinha e - à semelhança da ultima vez - queria ver se te dava (SIM porque os meus não são virtuais) dois grandes beijos nessas fuças feias de morrer mas que adoro de paixão. Call me ;)

Written in the Stars - O Musical disse...

bem professor que coisinha mais remélica! devia ser um daqueles dias em que estava virado a relembrar-se os dias de aulas da esevr!
bjus e abraços

lumiere disse...

bem grande moral!
temos poeta! nao o fazia desses modos !
porém concordo com que diz! que é que nos impede de dar um beijo a quem quer que seja?
força ai

Olá!! disse...

A minha alma está pasma...
O Professor a oscular a torto e a direito

E o Statler, bem o Statler.... falou... ele falou hahahaha deve ter ficado afectado pelos beijos

E abraços??? Coisa de homem não é???
E mulher com mão de aço.. aquele aperto firme...

Os meus irmãos beijavam o meu pai, os meus filhos beijam o pai... coisa que não fazem com mais ninguém (amigos homens, tios, primos)... coisas que nos são incutidas...

Beijossssss - abraços e bacalhaus para todos

Ricardo disse...

O que o Professor ainda não falou foi da dictomia monogamia / poligamia...

Escapou-se... mas eu estou atento!!!

heheh

Manuel Damas disse...

Afinal, minha querida Cristina, a mentalidade portuguesa ainda precisa de evoluir muito mesmo...não é Francisco?
Bj

Manuel Damas disse...

Obvio, Ricardo e Francisco!
Vocês têm todos os direitos do Mundo, logicamente.
E eu estou no direito de achar estranha toda esta polémica que eu, propositadamente, desencadeei quando vocês ainda por cima se passaram sem,sequer ter lido bem a questão!
Mas o teste era esse mesmo...
O que eu dizia é que passaria a terminar todos os posts com um bj, quer fosse para homem, ou para mulher!
Mas a mentalidade, o peso da socio-culturalidade, as teias de aranha, fizeram-vos ler que eu ia começar na rua a dar beijo a tudo quanto era tipo de calça!
Tanta pesudo-modernidade!
Tanta treta, Ricardo e Francisco!!!
Qual é a diferença do beijo ao irmão do beijo ao amigo?!
Não são ambos homens?!
Não têm,ambos sexo????
Credo!
Olhem...
BJs...
:)))))))))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

"Blue", meu anjo...é mais pesado gritar porco ou porca?!
Porcalhão ou porcalhona?
Puto ou mulher inteligente?
:)))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
O insulto no feminino acaba por ser mais perjorativo.
BJ

Manuel Damas disse...

Um grande kiss para si também "ebre"!

Manuel Damas disse...

Ai não me venha com essa do estilo, Francisco!!!!!!
Logo a mim??????
O que se passa é que eu tenho muita falta de tempo.
Ainda por cima agora com as crónicas do jornal semanais em vez de quinzenais!!!!!
BJ
:)))))))))

Manuel Damas disse...

sta...tanto texto sério?!
Óbvio que será um enorme prazer se conseguirmos falar logo.
Um bj
E outro ao docas...
:)))))))))))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

Patuchinha...meu anjo!!!!!!
vens ao Porto precisamente no fim de semana do meu aniversário!!!!!
Bruxa que já nem te lembravas!!!!!

Manuel Damas disse...

O peso asfixiante de uma socio-culturalidade balofa.
Um beijinho grande, "Olá"!
:))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

Meu caro Ricardo...sem qualquer temor, até porque não sou de medos, apesar de não me importar de dar beijo na cara a um homem que estime...
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Não aceito a poligamia!
Tão simples como isso.
Como homem não aceito.
Como sexólogo a questão é diferente.
Esclarecido?
ótimo!
:))))))))))))))))))))))))))
Bj.

AllenGirll disse...

E eu participo da Guerra, do seu lado, claro!:)

Também não entendo porque há tanto esterótipo num simples acto de afecto... Se se sente de verdade, porque não demonstrá-lo da melhor maneira?

O beijo é e sempre será o vínculo mais genuíno de aproximação, cumplicidade e amizade!

Ainda não vi nenhum dos seus programas no Porto Canal. Infelizmente, não tenho tv cabo por agora.
Assim que tiver, não me vou esquecer!

Beijo, Professor Doutor!:)

Manuel Damas disse...

Beijo "allen" e seja bem vinda.
Já retribui a sua visita.
Bj
:))))))))))))))))))))))))

FM disse...

Interessante quando se "joga com as palavras" para dar a volta ao texto e ao que é comentado... Apesar das "devidas distâncias culturais" Porfessor, também sei "brincar" com as palavras... Em nenhuma altura dei a entender que devia ou não devia "despedir-se" com um beijo nos seus comentários... Não andará a ler o que escreve e a escrever o que não lê?!? (risos)
Beijos onde, quando e quem quiser... Não há mal nenum nisso... (risos)
Polémica? Qual polémica?
Propósito? Qual propósito?
Boa sorte para as "semanais"... Cá por mim ainda sou mais pelas "diárias", crónicas está claro... lá no Bloguinho. (gargalhadas)
Abraço.

Manuel Damas disse...

"Ohh Professor, quer lançar a campanha do beijinho? (risos)
Depois não reclame das "bocas" (dupla interpretação)...
Abraço, sou mais de abraços... no masculino, logicamente."...Meu caro Francisco...para bom entendedor...meia palavra basta!
E você remata"Sou mais de abraços, no masculino!"
Oh Francisco!!!!!
Está lá tudo, homem!
Ah...
E antes de mais...
BJs!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
:)))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))

FM disse...

É o que eu digo, o homem está a ficar "velho"... não sabe ler direito nem distinguir a ironia... Enfim.
Devia ter copiado as outras frases, palavras, pontuações e... etc. (risos)
Abraço.

parvinha disse...

Que saudades de beijar o meu pai, o beijinho de bom dia e o de boa noite sem falar dos xi-corações.

Beijar os amigos que delícia.

Beijar com vontade com umas mordidelas suaves(risos)não comento mais.

Noutras culturas os homens cumprimentam-se com beijos.

Confesso que há muitos anos quando tive os primeiros amigos gays, e assisti a afectos e beijos, achei estranho, pois não estava habituada, mas quando vi que se tratava simplesmente de amor, comecei a ter outra perspectiva.

Dou uns beijinhos ao meu cão miniatura.

Agora vou provocar, será que um homem que tem tanto medo de beijar outro está seguro da sua sexualidade?(risos)ou então tem que apagar as fitas gravadas, impostas pela educação.

Por isso viva os beijos!

Manuel Damas disse...

Francisco!!!!
Velha era a prima, mas quando lhe dava para a quentura era cá uma toleirona!!!!
:D
BJ!

Manuel Damas disse...

Minha querida "parvinha"!!!!
A menina de parvinha não tem nada!!!!!!
Isso é o que dizem algumas das teorias mais consistentes da Sexologia Moderna a nível mundial.
Cala-te boca!!!!!
Beijinhos!!!!
Milhões deles!
Eu quero é que as pessoas sejam felizes e que a caravana passe!
:))))))))))))))))