sábado, 9 de fevereiro de 2008

DIFERENÇA DE IDADES NAS RELAÇÕES...

E que tal lançarmos já, aproveitando o início do fim de semana, um debate?
E que tal, antecipando em uma semana, a próxima emissão do "Sexualidades, Afectos e Máscaras", abrir já a discussão, em termos virtuais para depois, quando a troca de ideias, de conceitos e de argumentação estiver no auge, escancarar as portas da comunicação levando-a até à televisão?!

"Diferenças de idades nas relações"...

Existem, todos o sabemos e vemos!
São impeditivas?
São prova de falta de maturidade no casal?
São a base de uma longa e bem urdida teia de interesses?
É um relacionamento estratégico de proteger/ser protegido?
É amor, que não olha a tabus?
São Afectos que nascem, apenas pelo acto de amar e ser amado, esquecendo estereótipos, mitos e supostas convenções que a Sociedade criou e a Cultura perpetuou?
É o binómio, no terreno, do aprender e ensinar?
Dê a sua opinião.
Participe.
Para aumentar o alcance da discussão coloque a sua opinião aqui e repita-a no seu blog, criando, deste modo, diversos centros de troca de ideias!
É assim que funciona o espírito tertuliano...



Como estímulo aqui fica a obra "As três idades", de Salvador Dali...

54 comentários:

@nn@ disse...

mas quais tabus ?
um homem mais novo não tem manias, nem filhos de outro casamento, nem essas coisas todas que nos dão cabo da cabeça !

juro ! é o melhor que há e já tenho há mais de 20 anos!

aconXXXelho

@nn@ disse...

sorry ! respondi tão depressa que saiu duas vezes !!!! apaga !!!

Blue Velvet disse...

Outro TPC???
rsrsrs

mik@ disse...

olá professor
eu ando demasiado ausente daqui e por isso a perder o fio à meada aos blogs todos... pra semana espero recuperar o ritmo disto...
se as pessoas gostam uma da outra, se dão bem... pra mim não há impeditivo nenhum. o que o mundo precisa é de boas relações entre as pessoas...

parvinha disse...

Tabus, não gosto!

Sinceridade, sim!

Numa relação penso que o amor não escolhe idades.

Não gostaria de falar de relações por interesse, que tanto vejo,o tio e a sobrinha ou vice-versa!

Há homens que gostam de mulheres mais velhas e mulheres que gostam de homens mais velhos, dizem que tem outra cabeça mais maturidade e sentem-se bem.

Há homens e mulheres que têm um espirito jovem e sentem-me melhor com parceiros mais novos.

Há quem sinte necessidade de protecção, devido a factores psicológicos, devido há perda de pai ou mãe e goste de pessoas mais velhas.

Falando agora por mim, tenho relações de amizade com pessoas mais novas e mais velhas, aprendo com ambos e partilho ideias.

Relação amorosa não gosto de uma grande diferença de idades, tenho como factor, a cabecita, o sentido de humor, vivências parecidas, corpito em forma(risos)

Havia muito por dizer, mas o meu lema é deixar cada um viver á sua maneira, da mesma forma que não gosto que invandam a minha privacidade.

Beijinhos

AllenGirll disse...

Penso que a idade não é impeditiva.
A idade pode dizer muito, nalguns casos, mas noutros absolutamente nada.
O que conta é a estrutura da pessoa, os valores, as prioridades.
Muitas vezes uma pessoa de 16 anos tem mais maturidade que uma de 36. Tudo depende do rumo que a sua vida tem tomado, nas opções que tem feito, na aprendizagem que tem vindo a reter ao longo do tempo.
Aliás julgo que a idade, a cultura, a religião, a etnia, a cor, o género, nunca deviam ser premissas a ter em conta numa relação.
Existindo sentimentos sinceros e honestidade mútua já é meio caminho andado para uma relação evoluir eficaz e saudavelmente.

Beijinhos Professor!*

Olá!! disse...

Desafio aceite... depois trago o relatório, a parte que gosto mais fica no meu blog (fotos) hehe
Beijos

Patrícia disse...

o importante é o sentimento, não a idade, as primaveras vividas, as rugas ou as espinhas no rosto!

anda desaparecido lá do blog:p

ebrexock disse...

Damas :) e Cavalheiros ! Cada macaco no seu galho ! Cada cabeça sua sentença ! Tudo depende de nós e de quem temos . Relativo pensar que sp dará errado ou sp dará certo ! Eu ca prefiro ter alguem do mesmo "tamanho" e ir descobrindo ... a dois ...
Fatima vou amanha de viagem e entretanto vou ver se consigo um cyber pa me manter em contacto

abraço e sucesso

Marlene disse...

Olá a todos, gostaria muito de entrar em contacto com o professor mas não sei como faze-lo, então vim ao blog para ver se me podem ajudar. eu sou professora do 1º ciclo que não fui colocada e gostaria de saber onde e quando é que o professor lecciona pós-graduação em educação sexual? Para além de me interessar pelo tema queria ter uma pós graduação ou mestrado para poder ter leccionar educação sexual quando houver, claro. pode ser que me abra portas porque é muito triste tirar um curso e andar a trabalhar como ajudante de cozinha num café.
Em relação em tema acho que o amor não escolhe idades e o que interessa é que os casais sejam felizes.
Se poderem ajudar-me agradeço muito.

Waldorf disse...

Eu sou o MELHOR exemplo disso, aparentemente sou um velho com os pés para a cova, no entanto sou uma bomba sexual!!! As gaijas trintonas quando me provam, não querem mai nada!!!
É vê-las caír como tordos!

A idade não interessa nada, o que interessa é o interesse!!!

FM disse...

Olá!
Entendi que este TEU "cantinho" é merecedor de ser Premiado e Destacado. Foi o que fiz no meu "Essências".
Agora, se assim o entenderes, tens que ir lá "recebe-lo" e posteriormente reatribui-lo a 5 Blogues que entendas serem merecedores.
PARABÉNS!

Manuel Damas disse...

Oh @nn@...Estamos plenamente de acordo!
Mas reconheço que é uma situação que não é vulgar e que, por vezes, desencadeia formas diferentes de reagir a uma qualquer situação.

Manuel Damas disse...

"Bluesinha"!!!!!
Deixe-se de ser preguiçosa!!!!
:)))))))))))

Manuel Damas disse...

Tenho sentido a sua falta por aqui "micas"!
:)))))))))

Manuel Damas disse...

Oh "parv", estamos uma vez mais em sintonia!
Vive e deixa viver.
Mas a sociedade e a cultura nem sempre se compadecem com esta liberdade de espírito, com esta liberdade de ser e estar...

Manuel Damas disse...

Concordo consigo em pleno, "allen" mas ambos sabemos que este tipo de condicionantes mais cedo ou mais tarde acabam por interferir, de uma forma ou de outra. A regra de ouro é saber negociar, dialogar e contornar as ditas "questões fracturantes"!

Manuel Damas disse...

Por falar nisso, "olazinha" tenho que lá ir perder/ganhar um tempinho...

Manuel Damas disse...

Patrícia, meu anjo, se a menina imaginasse como vai a minha vida...
Cada vez mais a correr atrás dos meus moinhos de vento!!!

Manuel Damas disse...

"ebre"...agora que regressou veja se não desaparece de vez de novo.
Abraço e sucesso para si também!
Força!
Vai correr tudo bem!

Manuel Damas disse...

Oh Marlene.
Tem o meu endereço de e-mail...
damas.manuel@gmail.com
De qualquer modo o curso funciona no Centro de Formação do Sindicato Independente de Professores e Educadores (SIPE).
Mas escreva-me para o e-mail e eu respondo por aí!

Manuel Damas disse...

Docas...Já foste alguma vez ao Santuário de Fátima?

Manuel Damas disse...

Obrigado Francisco.
Já lá vou...

parvinha disse...

O povo aponta muito o dedo, coisa que chamo falta de educação, falta de formação, falta de vivência e não tem nada a ver com idades ou estatutos sociais.

Tenho pena, pois há pessoas que simplesmente direccionam mal as energias e vivem tanto em função da sociedade, que perdem a liberdade de crescer e evoluirem como seres humanos.

Beijinho

Patrícia disse...

vai chegar a velho rápido lol..ups...se ainda não chegou:p

Manuel Damas disse...

"Par"...é o eterno espírito de bufo do portuga...

Manuel Damas disse...

Não Patrícia...ainda me falta muito e muito moinho para guerrear!

navegadora disse...

O Amor não tem idade, sexo ou cor, é a "cultura" social que impõe os limites. São os tabus que condicionam o que vai no Coração. A cada um cabe escolher e lutar para conquistar e viver os seus ideais. É dificil? Pois é.. mas quem disse que a vida é fácil? É fracturante? Pois é, mas tudo o que vai contra a corrente é dificil de sustentar. Mas, são as diferenças que marcam...são as ousadias que fazem o mundo avançar, são as regras quebradas que nos mostram a verdadeira essência...O Amor é sempre lindo e bom, faz crescer, faz doer, mas, faz VIVER...Beijos...e muito, muito Amor:)

Manuel Damas disse...

E mai nada!!!!
:))))))))))))))))))))))))))))
Um beijinho grande "nav" e bom fim de semana!

Olá!! disse...

Começamos a amar com que idade???
Será que com 16 anos uma menina sabe o que é amar, poderá ela ter maturidade para se apaixonar por um homem de 30???
E ele, é infantil, predador, ou simplesmente apaixonou-se por uma menina mais nova???
E quando essa menina tiver 36 e ele 50???
Agora vamos inverter os papeis… um menino com 36 e a menina com 50????
Há amor? Então há equilíbrio, logo uma relação consistente…
Quero acreditar que o amor, não tem idade, raça ou religião, infelizmente há leis e preconceitos que não o permitem.
Um adulto corre o risco de ser acusado de abuso sexual se tiver uma relação com um adolescente, no entanto há adolescentes mais adultos nas relações do que alguns adultos.
Conheço vários casais com diferenças de idade abruptas e que têm relacionamentos saudáveis e equilibrados. E isso é possível porque não se deixam influenciar pela carga negativa do preconceito e, também, porque o amor é genuíno
.
Tantas relações de casais dentro da mesma faixa etária a ir pelo cano, porquê criar mais obstáculos ao amor???

Quantos de nós não criticamos o” velho sapo milionário X” que namora com a “jovem bela pobretona Y”???
Serão estes relacionamentos uma fachada???
Será interesse financeiro???
Será amor????
Será inveja???
Que pensam do Pinto da Costa, por exemplo???
Do José Castelo Branco???
Pois é…

Amem-se muito…. Pois para mim… cada um na sua, desde que não interfiram na minha…relação, claro ;)))


Tinha isto pronto há horas... mas estive a tratar de um assunto importante... podem ir ver ao meu blog... mimar amigos... fundamental
Beijos

Manuel Damas disse...

E eu concordo na totalidade consigo "olazinha"!
O amor não escolhe idades.
A sociedade, a Cultura e supostas convenções é que tentam condicionar aquilo que só e apenas o coração pode e deve escolher.
Beijito grande.

macaw disse...

Eu subscrevo tudo o que já foi aqui dito! Se bem que eu acho que a idade não constitui o maior problema a nível de relações! Penso que haverá preconceitos mais graves!

Para mim pessoalmente, a idade nunca me impediu de amar ninguém! Tanto gosto de pessoas mais jovens como mais velhas! Não tenho uma preferência específica, até porque o que realmente importa é tudo o que eles têm lá dentro!

bjinhos

Manuel Damas disse...

Mais importante do que a idade cronológica é a idade mental e a idade afectiva!

Psimento disse...

Um tabu e preconceito como outro qualquer!! O importante é as pessoas sentirem-se bem com quem estão o resto pode ser superável!! Quando ha honestidade, sentimento e respeito a relação pode sempre funcionar :)

Pearl disse...

Não acrescento nada de novo, uma vez que já foi escrito que os relacionamentos não se reduzem a uma balança de dois pesos. A idade é um estado, com certeza. Mas há um sem número de variáveis para além dessa questão etária associada ao princípio da maturidade.
O meio, as metas,os padrões de vida, mais que a idade, sustentam cumplicidades que suportarão ou não, um relacionamento.
Agora, os relacionamentos para além de concretizações de vínculos de afecto, têem também subjacentes relações de poder. E que agradável pode ser, para uma das partes, não estar ao mesmo nível de competição por metas pessoais ou profissionais que o seu parceiro...
Que existe preconceito, ainda, se for a mulher a "adquirir" um espécieme mais novo, existe pois. Mas caramba, há 30 anos o texto de direitos e deveres fundamentais da nação incluia (escrito, entenda-sem) o direito adquirido por casamento do marido bater na mulher/sopeira. Não será compreensível que se olhe de soslaio para o romanceado sexo frágil que precisava, entendia-se, num relacionamento da segurança (financeira, estava subentendido) que só um homem maduro (e tradicionalmente mais velho), em substituição da figura paterna após o casamento, poderia oferecer?
Houvessem receitas para os relacionamentos, doctor MD!

Statler disse...

Gosto de gaijas da minha idade, o problema está em encontrar a matéria prima!!!

Waldorf disse...

Nelito, essa porra dessa conversa já a conheço!!!
Fátima!? Bahhhhhhhhhh
Vai ler o que te respondi AQUI e sim é para clicar no "aqui"...

Mas se quiseres, nelito, posso fazer copy past para não gastares o dedo na porra do rato, ora aqui vai:
___________________________________
Waldorf said...
Não frequento, professor!!!
Não acredito em mulheres que se encavalitam em cima de azinheiras para assediar meninos pastores!!!

E os resultados estão sabotados, que raio de contas são as suas?

Monday, January 21, 2008 7:41:00 PM
___________________________________
E para terminar a minha intervenção, que ando meio arredado das minhas brilhantes intervenções com receio de te ofuscar, vou-te dizer, e já que pelo que vejo e leio, ninguém se prestou a isso, como se metem as porras dos links nos post quando atribuis o raio dos prémios.
Ora clica AQUI (e sim, também é mesmo para clicar no AQUI!!!!

E não precisas agradecer, foi MESMO um prazer estar aqui!!!!!

Manuel Damas disse...

Olá psi...
Gosto de te ler por aqui.
Concordo com tudo o que dizes.
Apenas acrescentaria, para além das características que apontas, a capacidade de diálogo e de negociação.

Waldorf disse...

Tou aqui!!!

Waldorf disse...

É do meu interesse ESTAR AQUI!!!!

Manuel Damas disse...

Digo isso muitas vezes, minha cara Pearl, ou não trabalhe eu na área há 20 anos...
Mas podemos tentar, se não descobrir verdades absolutas, pelo menos ajudar!
)))))))))))))))))))))))))))))
Muito para além das convenções, do sócio-cultural e politicamente correcto, opto pelos Afectos, assumidos!

Manuel Damas disse...

Acredito Sta...
Até porque tu não deves ser dos mais fáceis de aturar!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))

Manuel Damas disse...

Docas, meu anjo...a abordagem a "Fátima" era noutra acepção, não sei se me entendes?
Não?
Dahhhh.....
Até que enfim!
Agora já posso linkar tudo e todos!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))
Ainda bem que é do teu interesse estar aqui...e espero que prazer também!!!!!

Waldorf disse...

Nelito, eu só entendo aquilo que me apetece entender!

Waldorf disse...

Ou então não entendo aquilo que não me apetece entender!

Waldorf disse...

Ou melhor, eu só quero demonstrar aquilo que me apetece que tu saibas que eu entendo!!!!

Waldorf disse...

Entendido?

Waldorf disse...

Linka praí !!!!!!!!!!

:))))))))))))))))))))))))

Waldorf disse...

Falta o slogan:

Bahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Waldorf disse...

Marketing de Imagem é sempre Marketing de Imagem:

Bahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Manuel Damas disse...

Bem!!!!!
Slogan "made in" Alcabideche de cima de certeza!!!
Parabéns!!!
Está espectacular!!!
Já pensaste vender para o Quénia!?
:D

Maria Manuela (M&M) disse...

Bom eu não sei se sou a pessoa mais adequada para falar neste tema...
A razão é simples: os homens com que me relacionei tiveram sempre uma média de 20 anos a mais do que eu....
Nunca consegui olhar para homens com menos de 40 anos.... Isto é grave Dr ????

Manuel Damas disse...

Claro que não, maria manuela!!!!
O amor não escolhe, nem pode ou deve escolher idades, perfis ou tentar legislar o que não é legislável...

Blue Velvet disse...

Ora cá venho entregar o meu trabalhinho como menina bem comportada que sou.
Lá na minha casinha fica mais bonito:)))))))))))))))

"Diferenças de idades nas relações"...

Partindo do princípio, que para mim é um dogma, que o Amor tem que estar na base de uma relação do tipo da que aqui se fala, é claro que a diferença de idade não é impeditiva de coisa nenhuma.
Não estou a falar de adolescentes de 16 anos “apaixonadas” por Professores ou vice-versa. Não acredito em Lolitas.
Tão pouco das divas decadentes do cinema com 70 anos casando com meninos de 23.
Um deles pode estar apaixonado. O outro duvido muito.
Não é de diferença de idade que enferma esta relação, porque se uma mulher ou homem de 35, 40 anos se apaixonar por alguém que tem 60 tudo bem. Ambos têm maturidade e à la longue o amor ir-se-á solidificando e o mais novo desenvolvendo um carinho e uma amizade (que são factores obrigatórios numa relação) pelo mais velho, para o acompanhar na velhice.
Mas, out of no where, um fulano de vinte e poucos anos apaixonar-se por uma mulher de 70 ou vice-versa, eu não acredito.

A diferença de idade não é prova de falta de maturidade do casal, bem pelo contrário.
Uma relação em que existe uma grande diferença de idades no casal traz um enorme grau de enriquecimento para o mesmo: um dá a experiência o outro a juventude e assim se completam e equilibram. E é, sem dúvida o binómio do aprender e ensinar, mas isso deve ser assim, mesmo sem grandes diferenças de idades.

E, é claro que é Amor que não olha a tabus, porque desde logo Amor e Tabu são coisas que não jogam. Ama-se porque se ama. Point, à la ligne.
O amor não cede a mitos, a estereótipos, a convenções.
Amor que é amor, leva tudo à frente como um rio que corre para o mar quando o dique se abre.
Viva o amor.
Vivam as diferenças.

Beijinhos e veludinhos