quinta-feira, 11 de outubro de 2007

SOCRETINICES...


Ainda sobre o caso da Covilhã, diz a Governadora Civil, Maria Alzira Serrasqueiro:
"Os polícias iam à Câmara e pelo caminho passaram no Sindicato."
Como disse?
Mas o que é isto?
É a estupidez que é inaudita ou o gozo que é demasiado descarado?
Mas alguém minimamente responsável e sem nenhum atraso mental se atreve a dar como desculpa sensata algo como
"Os meninos da polícia iam pela rua, calmamente, de mãos dadas, a trautear o Jardim da Celeste e decidiram...vamos passar pela casa dos nossos amigos do sindicato a ver se querem ir beber uma laranjada connosco?
E como quem mal não tem, mal não cuida e se bem o pensaram, melhor o fizeram...toca de ir ao Sindicato, dar duas de letra..."
Mas está tudo louco?
Ou será mesmo a falta de credibilidade e de dignidade típicas do aparelho socialista?

6 comentários:

Pedro Ferreira disse...

Não sei se já percebeu, professor?
Começam a alinhavar-se as conclusões do inquerito mandado instaurar pelo Ministro.
A culpa, desta vez, não vai morrer solteira.
A PSP tem por lá uns agentes antigos, ainda do tempo da "outra senhora", que se armaram em PIDE's e, obviamente à revelia da cadeia de comando, decidiram passar uma busca pelas instalações do SPRC!
Haja vergonha!!!!!!

Manuel Damas disse...

À revelia da cadeia de comando??? Essa não engulo!

Mize disse...

Isto é mais do que reprovável, isto é caso para "demita-se" JÁ.

Manuel Damas disse...

Desculpe mas não acho que seja para "Demita-se já!" mas para "Está demitido!"

Pedro Ferreira disse...

Confirma-se Professor.
O Sr Primeiro-ministro não sabia de nada, Os comandos da PSP tambem não.
Foi um fax do gabinete de segurança pessoal da PSP. É que existia alguma preocupação com a segurança do Sr. Socrates na Covilhã.
Mas espera aí!!!!
O Sr. Sócrates não é o primeiro ministro?
O gabinete de segurança pessoal da PSP não são os guarda-costas do primeiro-ministro? E não trabalham na residencia oficial o chefe do governo, junto de Socrates?
Não era a segurança do Primeiro-ministro que estava em causa?
ENTÃO COMO É QUE ELE NÃO SABIA DE NADA?
E os comandos da PSP?
Como é que chegou o fax?
Foram os agantes que o receberam?
E não deram conhecimento a ninguem? ou terá sido alguma secretaria que recebeu o fax e o encaminhou directamente para os agentes sem passar pela cadeia de comando?
ANDEI NA TROPA DE ANTIGAMENTE E NÃO É ASSIM QUE AS COISAS SE FAZEM!!!!
GANHEM VERGONHA!!!!

Manuel Damas disse...

Onde está o Francisco???